30 de março de 2010

Vermelho e negro de Vânia Mignone

Pinturas inéditas de Vânia Mignone abrem o calendário de exposições da Casa Triângulo, em São Paulo.


     As obras recentes, em grandes e médios formatos, foram realizadas, em sua maioria, entre 2009 e 2010. A exposição fica somente até 17 de abril. Vânia acaba de participar da Arco'10 - Feira de Arte Contemporânea, em Madrid, Espanha, realizada em fevereiro último.







Do site http://www.artref.com.br/ uma análise da obra de Vânia:


"A beleza simples das pinturas lânguidas de Vânia Mignone é sustentada por uma doçura tingida de melancolia. As cenas recortadas revelam desejos incompletos. A artista usa grandes quantidades de cores ralas, delineadas por linhas pretas grossas. Os trabalhos retratam indivíduos solitários em paisagens desoladoras e espaços domésticos fechados.


O tríptico Falar (2007), por exemplo, é uma justaposição de espaços reclusos: o silêncio é quase palpável, e o discurso – assunto do trabalho – impossível. As composições se dão em estranhas armadilhas, incorporações oníricas dessas meditações existenciais sobre a inevitável diferença em relação ao outro, o perigo da comunicação e da ação e, no cerne de tudo, a pulsante fragilidade humana (Frieze Yearbook, 2009/2010)".




Sobre Vânia


Vânia Mignone (Campinas, 1967) participou recentemente das mostras Nova Arte Nova, CCBB/São Paulo e CCBB/Rio de Janeiro; Moving Horizons – The UBS Art Collection, National Art Museum of China/Beijing; MAM60, MAM/São Paulo; Contraditório – Panorama da Arte Brasileira/Madrid (em 2008) e MAM/São Paulo; Itaú Contemporâneo – Arte no Brasil 1981-2006, Itaú Cultural/São Paulo (em 2007) e teve suas obras apresentadas na Frieze Art Fair/Londres e Art Basel Miami Beach/Miami (em 2009).


Serviço
Casa Triângulo
Rua Paes de Araujo, 77 - São Paulo
De 27/03/2010 a 17/04/2010
Terça a sábado das 11 às 19 horas
info@casatriangulo.com
Fone 11 31675621


__________________________________________________

Aquecimento do mercado imobiliário

Bairros tradicionais de Curitiba, Água Verde e Batel disputados por construtoras e
incorporadoras:


Nos últimos meses, o mercado imobiliário curitibano tem passado por uma intensa valorização, potencializada pelo aumento dos créditos bancários e pela grande variedade de lançamentos no setor. No meio deste “mar” de bons negócios, os bairros Água Verde e Batel, dois dos mais tradicionais da capital paranaense, se destacam entre as regiões mais procuradas pelos investidores e consumidores.
Localizados em uma região privilegiada, que disponibiliza uma infraestrutura completa para os moradores e para as pessoas que utilizam os serviços oferecidos, os bairros representam uma vida cercada por comodidade e segurança. Seguindo esta tendência, só no ano de 2009 foram lançadas, de acordo com números do Sinduscon-PR, 825 unidades residenciais, em imóveis verticais de quatro ou mais pavimentos, na área que engloba os bairros Água Verde, Batel, Seminário e Vila Izabel
De acordo com Gerson Carlos da Silva, diretor-geral da Galvão Planejamento Imobiliário e Vendas, apesar de parecer que há uma grande quantidade de lançamentos na região, a demanda é superior à quantidade de unidades lançadas. “Pesquisas realizadas no Água Verde mostram que o estoque (imóveis disponíveis para venda depois do lançamento) é baixo, em torno de 20% das unidades lançadas. Já no Batel este estoque é praticamente inexistente. Por estes motivos, os imóveis lançados nestas regiões são integralmente comercializados antes da conclusão das obras”, explica.
Para o empresário Vitor Wjuniski, sócio-diretor da Construtora Stuhlberger, as características dos bairros Água Verde e Batel fazem deles as melhores regiões para a implantação de empreendimentos residenciais de grande porte na capital paranaense. “Esta área concentra alguns dos principais pontos comerciais e de serviços da cidade de Curitiba. Encontramos facilmente faculdades, escolas, lojas, supermercados e shoppings. Mesmo com estes aspectos, os bairros ainda conseguem apresentar características de local familiar como, por exemplo, uma boa arborização, praças e diversos outros pontos que permitem a interação social entre os moradores”, analisa.



_______________________________________________________

22 de março de 2010

Casapueblo, a casa escultura



Uma viagem ao mundo de Páez Vilaró



O Museu-Oficina de Casapueblo criado pelo artista Carlos Páez Vilaró está localizado em Punta Balena, a 15 minutos de Punta Del Este, no Uruguai e é visitado, anualmente, por mais de 60 mil turistas de todo o mundo.

O complexo Casapueblo inclui um museu, uma galeria de arte, um café, um apart-hotel chamado Hotel Casapueblo ou Club Hotel Casapueblo e ainda um restaurante chamado Las Terrazas (As Terrazas), além da residência do artista.
Casapueblo é um centro permanente de diálogo, e entre seus visitantes, estão personalidades vinculadas a arte e a política. Nas suas salas se realizam conferências, lançamento de livros e todo tipo de eventos relacionados com a cultura.
O estilo da construção é bastante singular, orgânico, sinuoso. Projetada pelo próprio Paez Villaró, em cada canto, em cada detalhe está a mão do seu criador, que neste ano completa 87 anos. Também se percebe a influência mediterrânea na casa totalmente branca.

Carlos Páez Vilaró nasceu em Montevideu, no Uruguai, em 1923 e sua trajetória artística está marcada por múltiplas exposições realizadas a partir de 1950 em todas as partes do mundo.

Escultor, pintor, ceramista e arquiteto, sua vocação apareceu logo na juventude. Partiu para Buenos Aires vinculando-se ao meio artístico. Regressou ao Uruguai na década de 40 e iniciou seu trabalho com extrema dedicação e paixão pelo tema afro-oriental em parceria com o Candombe, ritmo afro-uruguaio que envolve tambores.
Vilaró se entregou totalmente à pintura e decoração dos candombes, incentivando e dirigindo o movimento folclórico. Esgotadas as explorações e atuações do tema, partiu para uma viagem a todos os países onde a negritude tinha presença marcante: Brasil, Senegal, Congo, República Dominicana, Haiti, Camarões, Nigéria.


Conheceu Pablo Picasso, Salvador Dalí, De Chirico,  Calder e foi amigo pessoal de Vinicius de Moraes.

Dizem que Vinicius escreveu a letra de uma música  popular muito conhecida na casa de Vilaró:
"Era uma casa
Muito engraçada
Não tinha teto
Não tinha nada..."




Fotos de Marise Heleine

_____________________________________________

20 de março de 2010

Procurando imóvel?

Plantas flexíveis, sofisticação e tecnologia







          Interessados em comprar um imóvel, domingo pode ser um bom dia para conferir o apartamento decorado do Residencial NeuHaus. 
A partir deste domingo, dia 21 de março, a Neubau Incorporações disponibilizará, aos seus clientes e aos interessados em adquirir um imóvel de alto padrão, o apartamento decorado do Residencial NeuHaus, localizado no bairro Água Verde (Rua Saint Hilaire esquina com a Brasílio Itiberê), a uma quadra do Clube Curitibano. Lançado em 2008 e com entrega prevista para o início do segundo semestre deste ano, o imóvel já está com 80% das unidades comercializadas e se destaca por unir sofisticação e tecnologia em um projeto que valoriza as escolhas dos moradores, oferecendo conforto térmico e acústico; uma grande flexibilidade nas plantas; e inovadores recursos tecnológicos. Para conhecer o apartamento decorado do Residencial NeuHaus, os interessados devem agendar um horário pelo telefone
 (41) 3342-0045. Mais informações no site http://www.residencialneuhaus.com.br/

Tecnologia
o empreendimento oferece apartamentos com dimensões a partir de 177m² e com área interna privativa flexível, integrada e com um alto padrão de acabamento.
A estrutura de entretenimento do imóvel disponibiliza diversos ambientes exclusivos e diferenciados, entre eles o espaço relax com ofurô, a sala de massagem, o espaço fitness, o home cinema e a quadra poliesportiva com iluminação.
Além da excelência arquitetônica, o Residencial NeuHaus aposta em recursos tecnológicos que garantem o conforto e a segurança dos moradores. Entre estes itens se destacam, por exemplo, as venezianas com acionamento automático, as fechaduras digitais e a guarita de acesso com portão duplo e vidros de segurança. Além disso, o empreendimento adota soluções sustentáveis, utilizando um sistema coletivo de filtragem e reaproveitando de água da chuva e disponibilizando energia limpa e renovável por meio de mecanismos que funcionam com energia solar e à gás.

_________________________________________________

16 de março de 2010

Estrelas do design filandês


Nas fotos acima (divulgação), cadeira projetada por Alvar Aalto, divisores de espaço criados por Eero Aarnio. Também o vaso Alvar Aalto (última foto).






A Tok&Stok apresenta, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, a mostra Estrelas do design finlandês, até o dia 09 de maio.  Na Finlândia, o design é fonte de economia e identidade.


A exposição reúne 200 peças e é dividida em cinco perspectivas: Nacional/Internacional, Material, Natureza como ponto de partida, Forma pura e Inovação. Entre objetos, mobiliário, tecidos e vestuário, a mostra traz nomes históricos e atuais do design finlandês.



Organizado pelo Museu de Design de Helsinque, com apoio da Embaixada da Finlândia, o evento traz nomes como o pintor Akseli Gallen-Kallela, os arquitetos Eliel Sarrinen e Alvar Aalto e os designers Tapio Wirkkala e Kaj Franck.


São profissionais de épocas distintas, desde aqueles que fundaram a tradição do design finlandês até os contemporâneos, que trabalham nos mais diferentes setores da indústria finlandesa.


As peças vão de uma  xícara até o mais moderno dos celulares.  O sucesso de marcas como a gigante Nokia ou a Fiskars se deve, em parte, a mais de cem anos de investimento no design.





 Serviço
Estrelas do design finlandês
De 11 de março a 9 de maio de 2010
Instituto Tomie Ohtake
Av. Faria Lima, 201 (entrada pela Rua Coropés)
Horário: das 11h às 20h


_________________________________

Posse da nova diretoria do Secovi-PR


 Liliana Tavarnaro em seu discurso de posse (Foto de Mauro Campos)


 
Pela primeira vez, uma mulher assume a presidência da entidade 
 

 A empresária do ramo imobiliário, Liliana Ribas Tavarnaro tomou posse, nesta semana,  na presidência  do Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná (Secovi-PR) para a gestão 2010-2014.   Ela é a primeira mulher a dirigir a instituição  em  seus 26 anos de criação. Sem dúvida, uma nova fase para a entidade. Ela substitui o empresário Luiz Carlos Borges da Silva.


A presidente do Secovi-PR destaca: “Nosso principal objetivo é manter o foco na busca constante da realização dos anseios e expectativas dos associados e representados pelo Secovi-PR, respeitando o planejamento estratégico consolidado, com flexibilizações necessárias ao seu desenvolvimento”.  
O Secovi  representa todas as empresas de compra, venda, locação, administração, incorporação e loteamentos de imóveis e dos condomínios residenciais e comerciais, além dos shoppings centers em todo o Estado do Paraná, que totalizam mais de 10 mil condomínios e duas mil empresas em todo o Estado. www.secovipr.com.br

__________________________________________________




14 de março de 2010

O dia D...



Lançamento do livro de Dante Mendonça



Serra abaixo, serra acima




Dante, Valéria Prochmann e Paulino Viapiana, presidente da Fundação Cultural de Curitiba






                                                            Alegria, alegria em tarde de sol: Dóris e   Iara Teixeira


Benett "autografando"  em desenho pra mim


Perfil de Solda, sombra e luz
O Sol da liberdade em raio fúlgidos... (é o que ele diz)


___________________________________

E perto dali...



Cada um leva seu bar aonde quer



Em plena calçada da rua Mateus Leme

____________________________________________________

11 de março de 2010

Lançamento de "O irmão" em Curitiba


Instituto Junguiano do Paraná e a Editora Vozes lançam livro sobre o arquétipo fraterno


O psicólogo Gustavo Barcellos lança, no dia 19 de março, o livro O Irmão - Psicologia do arquétipo fraterno, no Solar do Rosário, em Curitiba,  a partir das 19 horas, com uma palestra sobre o tema do livro. Inscrições R$ 30,00 e R$ 15,00 (estudantes).


 Barcellos é psicólogo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Mestre em Psicologia Clínica pela New School for Social Research de Nova York, Analista didata da Associação Junguiana do Brasil – AJB e membro da Associação Internacional de Psicologia Analítica – IAAP. Autor de Jung, pela Editora Ática, e de Vôos e Raízes : Ensaios sobre imaginação, Arte e Psicologia arquetípica, pela Editora Ágora.


_______________________________________________________

Cresce a procura por locação de imóveis



Casas e apartamentos com dois dormitórios foram os mais locados por estudantes e profissionais recém-chegados a Curitiba




Foi grande a procura pela locação de imóveis residenciais de até dois quartos em Curitiba durante o mês de fevereiro. Os dados foram coletados pelo Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar) – um dos agentes de serviço do Secovi-PR.



O índice de Locação Sobre Oferta (LSO), que registra a velocidade de locação, foi de 23,95% no último mês, cerca de sete pontos percentuais a mais que no mês de janeiro (16,09%). Entre os imóveis mais locados estão Residências em Alvenaria (28,3%) e Apartamentos (27,7%) de dois quartos.


Para o vice-presidente de Administração de Imóveis do Secovi-PR, Luiz Valdir Nardelli, os dados demonstram uma sazonalidade típica da época do início do ano. “Tivemos neste ultimo mês uma grande procura por imóveis menores, o que vem atender à procura de estudantes e profissionais que chegaram a Curitiba para estudar ou trabalhar”, explica o especialista.




___________________________________________________________



Não deixem o projeto de musicalização da UFPR acabar


Projeto de musicalização infantil gratuito ameaçado por falta de interessados


A Universidade Federal do Paraná tem um projeto de musicalização infantil que oferece cursos de canto, leitura de partituras e ritmo para crianças de 07 a 14 anos, gratuitamente. Mas o projeto pode não acontecer por falta de interessados.
As turmas  seriam formadas com 40 crianças, mas se conseguirem fechar com, no mínimo, 20 crianças, o projeto continuará.


A turma da tarde já tem 15 interessados e as aulas serão nas segundas-feiras, às 15:30, mas é preciso aumentar o número de crianças. Portanto, papais, mamães, titios não deixem esta oportunidade passar e inscrevam suas crianças. Música, e de boa qualidade, faz muito bem e ajuda na formação das crianças. Vejam o exemplo da Tabatha na matéria abaixo.

Interessados  podem procurar Cida ou Douglas, das 14:00 às 18:00, pessoalmente, no prédio histórico da UFPR, ou pelo telefone 3310-2742.


___________________________________


Já o Coral Brasileirinho vai muito bem, obrigado.


 Grupo musical da Prefeitura de Curitiba desenvolve o talento, a criatividade e a sensibilidade das crianças.

Formado por 24 crianças com idades que variam de 08 a 13 anos, o Coral Brasileirinho tem direção artística de Milton Karam e Helena Bel.
 Criado em outubro de 1993, o Coral Brasileirinho desenvolve a proposta de recriar a canção popular urbana brasileira, por meio de arranjos que valorizam o potencial cênico das composições. O coral canta e interpreta cenicamente os personagens das canções, utilizando adereços e cenários que emprestam mais vida e colorido ao espetáculo.


No repertório do Brasileirinho estão músicas que resgatam obras de grandes compositores populares do passado, entre eles Noel Rosa, Sinhô, Pixinguinha, Chiquinha Gonzaga, Lamartine Babo e Adoniran Barbosa, ao lado de obras de Vinícius de Moraes, Toquinho, Taiguara, Gonzaguinha, Fátima Guedes, Arnaldo Antunes, Caetano Veloso, Chico Buarque, Sá e Guarabyra e muitos outros. Também há espaço para autores locais, como Osiel Fonseca e Milton Karam.


Apresentando Tabatha


A menina da foto é a Tabatha Colossi de 10 anos (entre as recepcionistas da Tenda Mueller). Ela participa do Brasileirinho há dois anos e é uma figurinha muito especial. Conheci a Tabatha no lounge da Tenda Mueller dedicada ao Dia Internacional da Mulher (matéria abaixo).

 Esta  mulher em formação já exerceu seu direito à homenagem. Ela foi durante  três dias seguidos até a  Tenda e passou por todos os tipos de massagem oferecidos, inclusive facial. Mas ela não é só vaidosa, não. Ela se revelou uma grande divulgadora do Coral Brasileirinho ( tanto que valeu a matéria) e, principalmente, uma criança antenada, inteligente, ativa e muito interessada em aprender: na companhia da mãe, ela faz cursos de Criação Literária e de Crítica Literária, na Fundação Cultural de Curitiba, onde de acordo com a mãe, recebe sempre muitos elogios e até já escreve suas críticas. No colégio, é sempre  boa aluna.



Tudo isso aos 10 anos. E ainda, se saiu com este conselho para a mãe: "O amor ouve sempre o amor, não ouve mais ninguém ". Valeu Tabatha! Prazer em conhecê-la e à sua, com toda razão, orgulhosa mamãe.






_____________________________________________________

10 de março de 2010

Massagem, música e aromas


Tenda Mueller, o presente que o Shopping Mueller ofereceu em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. "Massagem, música e aromas", com patrocínio da L'Occitane en Provence, com direito a chazinho e café, a Tenda montada no subsolo foi um presentão depois de um dia estafante. Teve gente que aproveitou todos os dias (08, 09 e 10), entrando na fila da massagem das mãos, pés, face e  para a quick massage várias vezes. Afinal, não é sempre, não é mesmo...




Eu também entrei na fila e valeu a pena (minha cara melhorou muito depois da massagem). Só não tem a foto do depois...


No lounge, mordomia como chás e café enquanto as mulheres esperavam sua vez.


 
__________________________________________________________________

8 de março de 2010

Vencedora do Oscar quer filmar na nossa fronteira


Kathryn Bigelow tem projeto de filme sobre a violência na fronteira Brasil, Argentina e Paraguai



Kathryn Bigelow, de 58 anos, que já entrou para história como a primeira mulher a ganhar um Oscar de melhor direção, com  o filme "Guerra ao terror"  vai rodar um longa-metragem sobre a violência na região da tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai.


As informações da revista "Hollywood Reporter" dizem que o novo projeto de Kathryn Bigelow tem o título  "Triple frontier" . Com roteiro de  Mark Boal, que também escreveu "Guerra ao terror", deve utilizar recursos visuais similares aos do filme que retrata a guerra no Iraque. Kathryn também levou o prêmio de "Melhor filme" na 82a edição do Oscar.     (Foto AP)



__________________________________________________

4 de março de 2010

Pop Japonês: Animes e Mangás



Yume Festival  movimenta a cidade





Animes e mangás da cultura pop japonesa estarão em vários espaços culturais de Castro

                                             Imagens ilustrativas da  http://www.br.bestgraph.com/
Até o dia 23 de abril, o município de Castro se movimenta em torno do  Project Yume que é hoje um dos maiores grupos de animes e mangá do Brasil.
A cultura pop japonesa estará nos seguintes locais: o "Acervo Project Yume"  na Casa da Cultura Emília Ericksen, de 4 de março a 23 de abril; a "4ª Expo-Anime Castro", no Teatro Bento Mossurunga, dia 6 de março e o "Workshop de Mangá" no dia 20 de março, na Secretaria Municipal de Esporte e Cultura.


O Project Yume (Projeto Sonho) foi fundado em Ponta Grossa, em 2003, e realizou eventos voltados para manifestações da cultura Pop Japonesa divulgando a produção de animes (desenhos animados japoneses) e mangás (quadrinhos japoneses) entre outros. Atualmente conta com sedes em cidades paranaenses como Ponta Grossa, Castro, Curitiba e Guarapuava, além de Botucatu (SP) e Joinville (SC).

 ____________________________________

E, por falar em Castro...



 Na Casa da Praça, a exposição dos grupos “Art.Con e Óia Nóis” de Curitiba, com apoio da Prefeitura Municipal de Castro através da Secretaria Municipal de Esporte e Cultura (SEC) pode ser visitada até o dia 3 de abril.


Os grupos “Art. Con” e “Óia Nóis” surgiram em 2008, na Associação Cultural do Solar do Rosário, em Curitiba. A orientadora Carla Schwab explica que "a liberdade e a diversidade advindas da expressão individual são os pressupostos condutores e formativos do Grupo Art.Con, que ao contrário de outros grupos, não instituiu uma linha mestra que remeta a uma uniformidade ou padrão a ser seguido".


 De acordo com ela, "os artistas buscam em suas vivências a inspiração e a coragem para a produção". O grupo Óia Nóis, um seguimento do Art.Con, é formado por artistas ‘naifes’ que de modo espontâneo e ingênuo destacam em suas obras cenas do cotidiano, tradições, mitos e sonhos da cultura brasileira.


Para a Diretora do Departamento de Incentivo as Artes Plásticas da SEC, Karina Marques, "a pluralidade de  expressões, gerando  singulares apreciações e interpretações nos espectadores, é o que objetiva esta mostra. “É uma exposição com obras que suscitam uma interação com o público”, diz.




De cima para baixo, da esquerda para a direita - Os artistas Carla Schwab, Adriane Stange, Cristiane Zaleski, João Cancio, Karolyne Martins, Ruth Mara, Karina Marques (Diretora da SEC), Kátia Kimieck, Guilherme Lombardi e Luiz Felix. Ao lado, a Casa da Praça.



Obras abaixo de Christian Schönhofen




                                                                    Obras de Hilda Rojas




                                          Obras  naifes de Marise Heleine
                                                         e Eve Ferretti

                     
                                                                                          


Gisele Ávila Coradani ( Diretora de Cultura da SEC), a artista Carla Schwab e a Diretora do Departamento de Incentivo as Artes Plásticas da SEC- Karina Marques.



 
                     Obras do artista Luiz Felix - Células de Schumann



___________________________________________________________________________