7 de abril de 2010

Sombras e sortilégios



Mais de 400 obras reunidas na primeira mostra antológica do artista
Marcello Grassmann que acontece no MON de 08 de abril a 29 de agosto 2010.






Em mais de setenta anos dedicados ao desenho e à gravura, Marcello Grassmann (São Simão/SP, 1925) tornou-se um dos mais respeitados artistas no Brasil e no exterior. "O tenaz trabalho sobre os desenhos e as matrizes, em um contínuo aprimoramento de cada obra, resultou em uma carreira notável, com mais de quatro centenas de mostras realizadas e premiações em Bienais de São Paulo (1955/1959), Veneza (1958), Florença (1972) e Paris (1959)".






Nesta primeira mostra antológica estão reunidos trabalhos de desenhos, xilogravuras, litografias e gravuras em metal, com uma visão bastante ampla e definitiva sobre o trabalho do artista”, explica o curador Antonio Carlos Abdalla. A exposição exibe 420 obras das diversas fases percorridas por Grassmann, com o patrocínio do BRDE, SANEPAR e o apoio do Ministério da Cultura, do Governo do Paraná e da Caixa Econômica Federal. O Museu Oscar Niemeyer abre amanhã (08), às 19h, para jornalistas, convidados e o público a exposição Marcello Grassmann – Sombras e Sortilégios.

 Para reunir tantas obras em uma mesma exposição, o curador realizou “exaustivas“ visitas a diversos acervos até concluir a seleção. Entre os trabalhos escolhidos destacam-se as coleções particulares de Ana Elisa Dias Baptista, James Lisboa, Lourdes Xandó Rosa e Pedro Hiller. Esforço que se reflete na abrangência e diversidade apresentada.


Seleção


Abdalla selecionou exemplares de desenhos e xilogravuras da década de 1940 até os mais recentes, de 2008. As litografias datam das décadas de 1950, quando Grassmann estudou em Viena, de 1960 a 1980. Dezenas de imagens das matrizes em metal, recentemente impressas por Roberto Grassmann, irmão do artista, para o livro organizado pelo paulistano Pedro Hiller. Também faz a remontagem e a reorganização da exposição “A Morte e a Donzela” e da Sala Especial “Provas de Estado”, exibida na 4ª. Bienal de Gravura de Santo André, em 2007.

Nuances e sombras




 


Organizar esta mostra foi um trabalho complexo, mas extremamente prazeroso. O minimalismo observado nas sequências de “Provas de Estado” é de grande sutileza e, muitas vezes, tem-se a impressão de se estar diante de imagens idênticas”, afirma o curador. Ele ressalta ainda sobre a necessidade de se observar com atenção cada obra, o que permite revelar o desenvolvimento do processo de criação do artista. “Tudo deve ser observado e fruído com extrema atenção e vagar, pois as nuances estão lá, delicadamente marcadas em sombras mais ou menos reforçadas, em mudanças de perspectivas e, em alguns casos extremos, no desaparecimento ou surgimento de figuras, verdadeira mudança nos rumos desejados no início do trabalho.”


Serviço:
Marcello Grassmann – Sombras e Sortilégios
Patrocínios: BRDE e Sanepar

Apoios: Ministério da Cultura e Caixa Econômica Federal

Visitação: de 08 de abril a 29 de agosto 2010

Museu Oscar Niemeyer -Rua Marechal Hermes, 999

Aberto de terça a domingo, das 10h às 18h

R$ 4,00 inteira e R$ 2,00 estudantes, com carteirinha


__________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário