25 de maio de 2010

Loft da mulher bem resolvida, na Casa Cor SP

Em 36 m2 , conforto em um espaço de uso dinâmico, prático e funcional. A arquiteta Maricy Borges utilizou cores em tons nude, misturados com tons de rosa e lilás para dar feminilidade ao ambiente.





  Participando pela quarta vez da Casa Cor São Paulo, a arquiteta Maricy Borges criou para o ano de 2010 o “Loft da mulher bem resolvida”. O loft, de 36m², destaca a personalização de um projeto através da iluminação e na disposição integrada dos espaços multiuso.
Para criar o ambiente, a arquiteta se inspirou em lofts e apartamentos pequenos, que misturam cores e formas em um único ambiente. A principal idéia e transmitir conforto em um espaço de uso dinâmico, prático e funcional. Com o objetivo de garantir um espaço com características femininas, Maricy utilizou cores em tons nude, misturados com tons de rosa e lilás.

Na composição do espaço foram trabalhados todos os planos, forro, piso e paredes de forma única, essa forma de trabalhar o forro é um diferencial do projeto, um plano usado quase sempre nos ambientes só para distribuir a iluminação técnica passa a ter a mesma importância que as paredes recebendo forração de papel de parede, ripas de madeira que percorrem o forro e descem pela parede reafirmam essa composição. Desta forma a iluminação também teve que se adaptar a esse conceito, a iluminação passa a ser distribuída pelo ambiente em todos os planos.
Foi feito um estudo de iluminação que cria um ambiente harmonioso com bastante uso de iluminação indireta vinda através de diversas fontes, uma das paredes do Loft recebeu um sofisticado painel de lona tensionada da Tensoflex, a bancada translucida feita em Corian com iluminação de LED trabalha a iluminação personalizando o espaço ao mudar de cor, prateleiras de vidro iluminadas e o teto com ripas de madeira também abriga fitas de LED coloridos. Ao fundo atrás da linda banheira também de Corian da Interbagno temos uma parede trabalhada com arandelas de vidro quadradas, colocadas em seqüência lembrando azulejos nos trazendo a idéia de uma parede de cerâmicas iluminadas. A Dominici é a empresa responsável pelo sucesso da iluminação. Os Moveis e armários feitos pela Brinna também recebem iluminação dentro de gavetas e armários.

O espaço conta também com o sistema de automação do ambiente, feito pela IHouse que equipou o espaço com um painel de controle, que permite programar cenários como “em casa” e “sair”, e a iluminação se adapta às situações automaticamente, acendendo ou apagando as luzes.
O projeto propõe a mistura de materiais como laca, madeira, revestimentos vinílicos e Corian, que garantem contemporaneidade aos móveis. Os moveis da Marca Brinna ganham destaque com a bancada de Corian translúcido, ele poderá ser iluminado em diversas cores devido à tecnologia de LED RGB. Para a mesa de jantar, a arquiteta convidou a artista plástica Simone Kestelman, que criou uma mesa de jantar em vidro, remetendo à idéia de arte como objeto utilitário.

_______________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário