30 de junho de 2010

Vende-se este belo Café!

A idéia do arquiteto Jorge  Elmor é encontrar um investidor para transformar a cafeteria da Casa Cor Paraná num espaço funcional.

                                *Café da Casa Cor Paraná 2010 a venda


 O ousado espaço Café da Casa Cor Paraná 2010, assinado pelo arquiteto curitibano Jorge Elmor quer ganhar a rua e clientes. A idéia de Elmor é encontrar um investidor, a procura de um conceito, para transformar a cafeteria da principal mostra de arquitetura do Estado, num espaço funcional.
 O arquiteto seguiu a tendência de sustentabilidade no projeto e pretende viabilizar o projeto da exposição num espaço real. “Trabalhamos com as melhores marcas para a construção do Café. Nossa meta é conquistar um investidor que tope casar a idéia de construir uma cafeteria a partir dos materiais e móveis instalados neste espaço”, comenta.

O projeto chama a atenção ao fazer uma reflexão sobre a relação do ser humano com o planeta em que vive. No ambiente ele criou um universo antagônico, capaz de levar o visitante ao inferno e ao céu. Neste mix de dois planos, o arquiteto propõe um sincretismo entre diversas influências religiosas e crenças. Para Elmor, a necessidade de mostrar o quanto o planeta precisa da atenção dos habitantes formou uma simbiose entre os elementos apresentados. “O ambiente é mais que uma exposição de móveis, esculturas e obras de arte. Esta oportunidade trata da forma como vivemos e como pretendemos continuar na terra”, disse. “Dar continuidade a esta idéia, é uma forma de continuar a conscientizar os futuros clientes desta cafeteria”, finaliza.
 Proposta


No Brasil, o hábito de tomar café já está incorporado na cultura nacional desde a época de colonização. Desde então, principalmente nos últimos anos, é possível perceber uma mudança no comportamento do consumidor e na sua relação com a cafeteria. Pensando nessa mudança, Elmor trouxe para o Café da Casa Cor a sofisticação ao hábito, tido como um programa de lazer na atualidade. “Criamos uma atmosfera inédita que surpreende os visitantes e os transporta para outra realidade. Um lugar estimulante e ao mesmo tempo um convite ao ócio criativo”, revela.

No projeto, Elmor esbanjou o uso de obras de arte e nos móveis expostos no ambiente. Para ele, um trabalho arquitetônico vai além de um projeto. “A arquitetura deve surpreender e emocionar o espectador. Neste espaço, o passante poderá além de tomar um cafézinho, ir de encontro com a ambiguidade humana, em obras de arte integradas à decoração”, conta.
 “(Co)Movidos pelas recentes, constantes e devastadoras catástrofes naturais propusemos um lugar que desperte a urgência na mudança de comportamento. Um câmbio em direção ao consumo responsável dos recursos naturais”, afirma Jorge Elmor.


Site: http://www.elmor.com.br/
Elmor Arquitetura – Casa Cor Paraná 2010
*Fotos por JPSsaraiva

__________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário