26 de julho de 2010

Bossa Nova in Marciac


Exposição no 32º Festival Internacional de Jazz in Marciac, na França,  faz homenagem, através dos pincéis de artistas brasileiros, aos 50 anos da Bossa Nova. Vejam as obras abaixo:


                   Obras de Denise Araripe




Todo ano, durante o curso do Festival Internacional de Jazz, em Marciac, na França, eventos paralelos são organizados, a exemplo salas de exposições, onde artistas apresentam seus trabalhos, que de alguma maneira dialogam com a música, especialmente o jazz.
É sabido da forte relação da Bossa Nova com o Jazz, e dos músicos brasileiros, sempre presentes no Festival, a exemplo no ano passado tivemos a participação de Milton Nascimento, e neste ano teremos a presença de Gilberto Gil.


Como não poderia deixar de ser, neste ano que a Bossa Nova completa 50 anos, render-lhe uma justa homenagem, através dos pincéis de artistas brasileiros, que de alguma maneira passaram a sua juventude nos embalos da Bossa.
Cinco artistas plásticos brasileiros: as paulistas Eliana Minillo e Sônia Valério e os  cariocas : Zaíra de Oliveira, Denise Araripe, João Carlos Favoretto  foram selecionados pelo comissário e organizador francês Claude Martin Vaskou para participarem da exposição  “Bossa Nova in Marciac”.



           Obra de Eliana Minillo (direita)


                                 
                                          Sonia Valério
Favoretto (abaixo)

Essa exposição acontece de 31 de julho a 15 de agosto durante o 32º Festival Internacional de Jazz “Jazz in Marciac” site www.jazzinmarciac.com. Este festival, de reputação internacional, recebe a cada ano 200.000 pessoas neste charmoso e histórico vilarejo no sudoeste da França, cuja população local não ultrapassa os 2.000 habitantes.
A exposição Bossa Nova in Marciac, que recebe o apoio da Embaixada do Brasil na França, será montada em uma sala de exposições na Grange d’Emile -12 rue Notre Dame, no centro da cidade de Marciac celebrando, desta maneira o cinquentenário da Bossa Nova brasileira na França. 
                                                                         
Obra, abaixo, de Zaíra de Oliveira







Os artistas convidados, cada qual a seu modo, usaram o tema Bossa Nova como meio de inspiração para criar esta justa e tão importante homenagem no curso desta edição do Festival.

 Obra de Sonia Valério (à direita)



Mais informações:

_________________________________________

3 comentários:

  1. Nossa que bacana....quanto talento misturado!
    e quanto valor - mais que merecido- aos nossos talentos....adorei !
    gostaria muito de estar lá e ver isso tudo de perto...
    bjs

    ResponderExcluir
  2. adorei muito a obra de denise araripe....show!

    ResponderExcluir