29 de julho de 2010

Pesquisa desenvolvida em São Carlos é premiada no Canadá


Estudos da UFSCar que analisam as técnicas de soldagem de plásticos e metais recebe prêmio durante a reunião da Polymer Processing Society.

Estudo desenvolvido por pesquisadores do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMa) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e do centro de pesquisas alemão GKSS foi premiado na 26ª Reunião da Polymer Processing Society (PPS-26), um dos principais eventos mundiais que abordam o processamento de materiais poliméricos. O congresso aconteceu entre os dias 4 e 8 de julho, no município canadense de Banff.
O aluno de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais (PPGCEM) da UFSCar André Bastos Abibe recebeu o prêmio na categoria de melhor trabalho apresentado por estudantes, com a pesquisa intitulada "Processing and Analysis of a new Joining Method for Polymer-Metal Hybrid Structures", desenvolvida em conjunto com Elias Hage Júnior, professor do DEMa, e Sérgio Amancio Filho e Jorge Fernandes dos Santos, ambos do GKSS. 
A pesquisa premiada aborda o processo e análise da união entre estruturas híbridas de polímeros e metais, avaliando suas especificações físicas. "Fizemos um ensaio mecânico para avaliar se a resistência da junta corresponde às suas aplicações e uma análise estrutural para verificar a integridade entre as estruturas. Além disso, também temos de analisar como o processo de união afeta o material", explica Abibe.
De acordo com Elias Hage Júnior, as estruturas híbridas entre polímeros e metais podem ser utilizadas, por exemplo, no desenvolvimento de veículos mais leves, o que contribui para o aumento do rendimento do motor e a redução no consumo de combustíveis. Atualmente, as pesquisas realizadas em parceria entre a UFSCar e o GKSS analisam processos de soldagem entre os materiais, verificando a resistência à tração e temperatura de estruturas híbridas. "Com o desenvolvimento da indústria automobilística e aeronáutica, existe a necessidade de desenvolver materiais mais leves e resistentes. Por isso, é importante unir estruturas metálicas e plásticas. Mas, como as características dos materiais são muito diferentes, o processo de soldagem é muito complicado", salienta o professor.
Desde 2008, a UFSCar mantém uma parceria com GKSS, que possibilitou o estágio de estudantes de pós-graduação nos laboratórios alemães. "As pesquisas de união entre polímeros e metais começaram na Alemanha e a parceria é importante para expandir a formação dos nossos pesquisadores e trazer esses conhecimentos para o Brasil, que podem ser aproveitados em pesquisas e também nas empresas", salienta Hage Júnior. 
Segundo Abibe, o programa de estágio na GKSS ampliou a sua formação como pesquisador e ofereceu bases para que os estudos continuassem no Brasil. Para o pesquisador, a premiação representa uma motivação para manter as pesquisas. "Esse é um prêmio importante, principalmente pra mim que me formei há pouco tempo e continuo atuando na pesquisa e também para manter o nível de reconhecimento das pesquisas que são desenvolvidas no DEMa e no PPGCEM", avalia o pós-graduando.
_________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário