24 de agosto de 2010

BEĨ Editora lança Antonio Carelli, de João J. Spinelli, na Livraria da Vila Fradique


A publicação apresenta a trajetória do artista plástico, em seis décadas dedicadas à pintura e ao mosaico.
No dia 31 de agosto, a partir das 19 horas, João J. Spinelli lança, na Livraria da Vila Fradique, o livro Antonio Carelli
O livro traz a biografia, a formação e a obra de um dos mais vigorosos e inovadores artistas visuais do país. O volume conta com mais de 150 obras catalogadas e apresenta uma completa cronologia do artista, ilustrada com diversas fotos de seu acervo pessoal. O texto é assinado pelo historiador e crítico de arte João J. Spinelli, curador de algumas de suas exposições.
As composições de Antonio Carelli se caracterizam pelas naturezas-mortas, paisagens e autorretratos, que acompanham e registram as transformações artísticas do pintor. Já no mosaico, Carelli destacou-se pela renovação na criação dos murais e painéis cerâmicos, sendo o responsável por restabelecer a importância do mosaico para as artes visuais, nos anos 1950.
Carelli mostra-se como um artista em constante evolução, que apresenta ao espectador uma obra reflexiva e experimental, ao realizar releituras de grandes nomes da arte – como Michangelo, Ticiano, Bonadei – ou de suas próprias criações; ou uma obra densa e sentimental, ao trazer para sua produção elementos como paisagens e objetos cotidianos, influência da sua transferência da cidade de São Paulo para o litoral, em Caraguatatuba.
“Antonio Carelli é, antes de tudo, um humanista. Inquieto e contestador, até hoje imprime e exprime em suas obras um rigor e um vigor típicos de um artista que não envelhece e que não se submete às comodidades propiciadas por mais de sessenta anos de trajetória. [...] Ao preservar o frescor de um artista iniciante, sempre deslumbrado com as infinitas possibilidades do olhar e da mão, Antonio Carelli se sobressai entre seus contemporâneos. A perseverança e a alegria de criar, peculiares ao início da carreira, nunca o abandonaram.”
Sobre o artista
Antonio Carelli nasceu em 1926, em Mumbuca (SP). Sua inclinação para as artes visuais manifestou-se ainda menino, quando começou a desenhar, copiando imagens religiosas e personagens das histórias em quadrinhos.
Aos sete anos, transferiu-se com a família para São Paulo, iniciando seus estudos regulares. Já na idade adulta, deixaria o ensino institucionalizado da arte para buscar a orientação de outros artistas. Foi aluno de nomes como Yoshiya Takaoka, no Brasil, e, ao transferir-se para a Europa, nos anos 1950, André Lhote e Lino Melano. Melano despertaria seu interesse para o mosaico, técnica em que se destacaria, impressionando a crítica.
Carelli vive em Caraguatatuba (SP) desde os anos 1980. O contato com a natureza, no litoral, redefiniu os rumos da pintura desse artista que, ao longo de sessenta anos, tem sempre buscado se reinventa
Sobre o autor
O historiador e crítico de arte João J. Spinelli é professor da Pós-Graduação em Artes da USP e da UNESP. Foi curador do Acervo de Artes Plásticas da Secretaria Municipal de Cultura (1986 -1992) e do Acervo de Arte do Palácio Campos Elíseos (1992 -1995), além de curador independente de exposições de artes plásticas em museus, centros culturais e galerias de arte em diversas capitais do Brasil e nas cidades de Buenos Aires, Miami, Nova York e para o Museum Art Gallery – em San Capistrano, Estados Unidos. 
É autor e/ ou organizador de dezessete livros de arte, entre eles: Coleção SESC de Arte Brasileira(Editora SESC, 2006), Informelle Kunst in Südamerika(Museum am Ostwall, Alemanha, 2002) e Arte Nipo-Brasileira (Editora Takano, 2001).

Bilíngue – Português/Inglês• 1ª edição • 2010
192 pp. • 24,5 x 30,7 cm
ISBN 978-85-7850-030-6
R$ 90,00
Lançamento
Data: 31 de agosto de 2010
Horário: a partir das 19h
Endereço: Rua Fradique Coutinho, 915 – Vila Madalena - SP
Tel.: (11) 3814-5811

Para saber mais sobre os projetos da editora, acesse o site www.bei.com.br
______________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário