11 de setembro de 2010

MOVELARIA PARANISTA LANÇA LINHA “DESIGN SEGURO” NA EQUIPOTEL 2010


O projeto da empresa foi contemplado no Edital Inovação Senai/Sesi 2009 e desenvolvido em parceria com o Senai Paraná.

Mesa Mangue e cadeira Camaleão
 A Movelaria Paranista, de Curitiba, lança segunda-feira (13), em São Paulo, durante a Equipotel 2010 - maior feira de hotelaria e gastronomia da América Latina - sua linha de produtos do Projeto Design Seguro - linha de móveis para os setores de hotelaria, gastronomia e eventos, que contemple os conceitos de design seguro e estratégias de sustentabilidade. O projeto foi contemplado no Edital de Inovação Senai/Sesi 2009 e desenvolvido em parceria com a área de design do Senai Cietep.
“O Senai Paraná teve um papel muito importante no desenvolvimento do projeto, estando presente em todas as etapas”, afirma o diretor da Movelaria Paranista, Aurélio Sant’Anna. O projeto também teve o apoio do Senai Nacional, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e da Polícia Militar do Paraná. Os técnicos da área de design do Senai Cietep, Marcelo Azevedo e Felipe Aranega participarão do lançamento dos produto, na Equipotel.

Anti-furto
O principal diferencial do projeto é o de produtos que contribuam para a redução de furtos e a ampliação da segurança nos espaços de gastronomia, eventos e meios de hospedagem. “Desenvolvemos móveis com um design que dificultam as ações delituosas como furtos de bolsas e objetos pessoais”, explica Sant’Anna.
Os destaques desta linha são a Cadeira Orvalho, que possui uma “gota” para pendurar e prender a bolsa na cadeira, e a mesa Vai e Vem, com ganchos para pendurar os pertences dos usuários, evitando o furto por terceiros. Há também a Mesa Mangue, com espaço para colocar carteiras e celulares entre os dois tampos de vidro.
Sustentabilidade – A Movelaria Paranista trabalha com os aspectos da sustentabilidade em todas as etapas, desde a pré-produção, fabricação, distribuição, uso e reciclagem. “Um dos resultados deste trabalho foi a redução dos impactos ambientais, uma vez que a empresa utiliza 70% de espuma reaproveitada de resíduos do fornecedor, ao invés e espuma virgem, e utiliza resíduos do próprio processo produtivo ao invés de MDF”, observa Sant’Anna.
Segundo o diretor da empresa, o mercado de hotelaria e gastronomia exige a troca de decoração, inclusive mesas e cadeiras, a cada cinco anos. “Isso gera um grande volume de lixo, pois todas as cadeiras são descartadas e é necessário mais madeira para produzir novos produtos”, diz.
A Cadeira Camaleão, carro chefe desta linha de produtos, é facilmente adaptável a novas decorações, exigências estéticas e culturais. “Nossa proposta é produzir cadeiras que duram mais e são ambientalmente corretas, uma vez que, ao invés de descartar toda a cadeira, você troca apenas o encosto. É bom para o meio ambiente e economicamente viável para o comprador”, afirma o diretor.

*Foto: Divulgação Movelaria Paranista
__________________________________________
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário