11 de setembro de 2010

Ponha na agenda: 50 ANOS DO MAB - FAAP

Exposições “MEMÓRIAS REVELADAS” E “TÉKHNE” reunirão o  maior número de artistas por metro quadrado, pois foram convidados todos os  envolvidos na produção cultural da FAAP nessas cinco décadas, tanto no Museu, Teatro e Faculdade. Julio Le Parc, artista plástico premiado radicado em Paris, virá especialmente para a abertura solene.

                                            Mulata, de Di Cavalcanti





Domingo - 12/09/10 –  19 horas
Abertura solene das mostras – “Memórias Reveladas” e “Tékhne” -, que são parte do projeto que comemora os 50 anos do Museu de Arte Brasileira (MAB – FAAP). Será o maior número de artistas por metro quadrado, pois foram convidados todos os  envolvidos na produção cultural da FAAP nessas cinco décadas, tanto no Museu, Teatro e Faculdade. Julio Le Parc, artista plástico premiado radicado em Paris, virá especialmente para a abertura solene.
Marília Pêra (como Chanel, a esquerda), Ana Botafogo e Débora Falabella já confirmaram suas presenças. Elas protagonizam as holografias com cenas das peças ‘Madame Chanel’, ‘Três Momentos do Amor’ e ‘A Serpente’, encenadas no Teatro FAAP. São esperados também os artistas das demais holografias, como Glória Menezes, Irene Ravache, Marco Ricca, Rodrigo Lombardi e Fúlvio Stefanini. Com curadoria de Denise Mattar, o projeto reflete o trabalho de um ano e meio, que deu início ao Centro de Memória da Fundação e resultou ainda na publicação de três livros:“Arte Brasileira – 50 exposições do MAB-FAAP”, “Teatro FAAP – A história em cena” e “Memórias Reveladas – A atuação cultural da FAAP”. 


Terça-feira – 14/09/10 – 10 horas
Serão abertas ao público duas das mais importantes mostras de arte dos últimos tempos: as exposições “Memórias Reveladas” e “Tékhne”, que comemoram os 50 anos do Museu de Arte Brasileira (MAB-FAAP). Com a proposta de discutir a evolução tecnológica, o advento da internet e os novos recursos de informação e comunicação digital como fator de mudança na sociedade e também na concepção das artes visuais, “Tékhne” homenageia um dos principais críticos de arte do Brasil e incentivador da convergência entre arte e tecnologia, Walter Zanini.



Totalmente interativa, Tékhne reúne obras de artistas que participaram das principais exposições brasileiras de tecnologia realizadas pelo MAB-FAAP em cinco décadas. O núcleo histórico conta com a exibição da instalação “Lumière en Mouvement”, de Julio Le Parc, exposta em “A Instabilidade” (1964), no MAB, e na Bienal de Paris, em 1963. Também são revisitadas obras de Waldemar Cordeiro, Lygia Pape, Abraham Palatnik, Antonio Manuel, Cildo Meireles, Wesley Duke Lee, Nelson Leirner, Moysés Baumstein, Christo, entre outras.
Serviço

Exposições "Memórias Reveladas" e "Tékhne"

ENTRADA FRANCA

Período de visitação: Tékhne:  de 14/09 a 14/11
Memórias Reveladas: de 14/09 a 12/12
Horário: de terça a sexta-feira, das 10h00
sábados, domingos e feriados, das 13h00 às 17h00
Local Museu de Arte Brasileira (MAB-FAAP)
Endereço: Rua Alagoas, 903 - Higienópolis
Informações:  (11) 3662-7200 ou www.faap.br
_______________________________________________


Nenhum comentário:

Postar um comentário