25 de outubro de 2010

Asas à imaginação: Ecovitrines no Senac Curitiba


Alunos do curso Técnico em Design de Interiores desenvolvem projetos de vitrines com materiais ecológicos.



Materiais que não serviam mais para nada ganharam nova utilidade e beleza pelas mãos dos alunos do curso de Técnico em Design de Interiores do Senac. Com o tema “Ecodesign e Sustentabilidade”, os estudantes trabalharam conteúdos vistos durante as aulas e criaram vitrines que estão em exposição na escola, localizada no centro de Curitiba, entre os dias 22 e 28 de outubro. 
A atividade faz parte da disciplina de Projeto de Decoração Comercial e as equipes colocaram todo o seu talento e criatividade em três vitrines, mostrando que é possível usar produtos ecológicos na decoração de ambientes. Numa delas, intitulada “Os opostos se atraem”, a inspiração veio da música do grupo Legião Urbana, Eduardo e Mônica, e trata da beleza das diferenças. O contraste entre o artificial e o natural, o industrializado e o artesanal foram combinados, num conjunto harmônico. 
E que tal transformar lâmpadas incandescentes queimadas em enfeites para a árvore de Natal ou reaproveitar rolos de papel higiênico para fazer lindas guirlandas? Foi o que fizeram os alunos responsáveis pela vitrine “Natal Reciclado”. Já na proposta “Dê asas a sua imaginação”, as caixas de madeira, utilizadas para transportar frutas e legumes, viraram elementos decorativos. Até o coador de macarrão deu origem a uma luminária e, para provar, que tudo se aproveita, foi criada uma cadeira com restos de marcenaria. 
Os trabalhos são orientados pela instrutora Lia Dutra dos Santos, arquiteta e pós-graduada em Meio Ambiente. As vitrines surpreendem pela criatividade. O ecodesign é uma tendência e os decoradores precisam direcionar o foco de seu trabalho para a sustentabilidade”, afirma. Segundo a instrutora, esses profissionais acabam atuando como educadores dos próprios clientes e da mão de obra, ao levar a atitude ecológica para dentro de ambientes residenciais ou comerciais. Porém, na opinião de Lia, essa consciência ainda está muito elitizada. Os chamados bioprodutos, gradativamente incorporados à arquitetura, mobiliário e decoração, possuem preços pouco acessíveis. Enquanto a maioria da população não tiver condições de adquirir esses objetos, a sustentabilidade ainda é uma falácia”, alerta. Dessa forma, trabalhos experimentais como este, desenvolvido pelos alunos do Senac, contribuem para desmistificar o uso produtos reciclados, totalmente naturais ou que reutilizem resíduos da indústria. 
Serviço:
Exposição de Ecovitrines
Local: Senac Curitiba (Rua André de Barros, 750 - Sala laboratório, 311)
Período: 22 a 28 de outubro
_________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário