26 de outubro de 2010

Manoel de Barros vence o 6º Prêmio BRAVO! Bradesco de Cultura

Poeta mato-grossense foi escolhido como o melhor artista da recente produção cultural brasileira. 
                              Manoel de Barros 


Evento teve participação de personalidades como Ferreira Gullar, Paulo José, Paulo Milkos, Mariana Aydar, Roberta Sá, Mallu Magalhães e Lázaro Ramos.


                                       Mallu Magalhães e Lázaro Ramos


Em cerimônia realizada na Sala São Paulo na última segunda-feira, 25, o escritor e poeta Manoel Barros foi contemplado com o Prêmio BRAVO! Bradesco Prime de Cultura. 
“Fiquei satisfeito, não poderia querer coisa melhor”, afirmou Barros em mensagem gravada em vídeo. Em seu discurso de agradecimento, o poeta também se referiu à dimensão artística que definitivamente atingiu na cultura brasileira: “Virei um mito para quem gosta da minha poesia”.

Mito – Autor de mais de 30 livros e vencedor do prêmio Jabuti por duas vezes, Manoel de Barros lançou em 2010 sua obra poética completa, além de ganhar uma “desbiografia” autorizada no documentário Só Dez Por Cento é Mentira, do diretor Pedro Cezar. 
Nascido em 1916, cronologicamente Manoel de Barros pertence à Geração de 45, mas formalmente é associado ao Modernismo, com maior aproximação das vanguardas europeias do início do século XX e da Antropofagia de Oswald de Andrade. 
De acordo com o site da Fundação Manoel de Barros, um instituto de apoio à cultura e de assistência social batizado em sua homenagem, Barros adota uma temática regionalista e inspirada na natureza, “indo além do valor documental para fixar-se no mundo mágico das coisas banais retiradas do cotidiano”. Universalista, o poeta já foi publicado em espanhol, francês e alemão.

Festa – O ator Lázaro Ramos foi o anfitrião da cerimônia, que contou com a presença de várias personalidades das artes e da cultura, como Ferreira Gullar, Paulo José, Jaques Morelenbaum e Paulo Miklos, que entregaram prêmios nas respectivas áreas. 
Além do artista do ano, outras 11 categorias foram premiadas na festa (veja lista completa abaixo), que também incluiu uma recriação de sambas de Noel Rosa, artista que completaria 100 anos em 2010.



Na emocionante homenagem, a cantora Roberta Sá (foto) interpretou quatro composições clássicas do Poeta da Vila, em uma delas acompanhada em dueto por Ramos.

Prêmio – A indicação dos finalistas foi feita por um júri de especialistas, com posterior votação pública de internautas para a escolha do vencedor.
Além de Manoel de Barros, que foi representado no evento pelo neto, concorreram ao prêmio a cantora Maria Bethânia, o ator Paulo José, o diretor de teatro Antunes Filho, o violonista Fábio Zanon e o coletivo de grafite osgemeos, formado pelos grafiteiros Gustavo e Otávio Pandolfo.
Com patrocínio do Bradesco e apoio da CPFL, o Prêmio BRAVO! Prime de Cultura é atualmente o mais abrangente prêmio de cultura do país e tem o objetivo de homenagear artistas e realizadores brasileiros nas áreas de artes plásticas, cinema, teatro, música popular e erudita, dança, literatura e, pela primeira vez nesta edição, arte digital.
_________________________________________________

2 comentários: