18 de novembro de 2010

Do fundo do mar vem a inspiração para "Formas Delicadas"

Com a técnica do Flamework, Luiza Marques transforma o vidro em belas e originais esculturas que remetem às complexas formas de vida dos oceanos.

Obra no atelier da artista 




A artista plástica, Luiza Marques, expõe a partir do dia 23 de novembro,
seu novo trabalho: “Formas Delicadas”. A exposição, que acontece no saguão
da Biblioteca Pública do Paraná, fica aberta a visitação até o dia 07 de
dezembro e promete encantar os visitantes com esculturas criadas a partir do
vidro.
As esculturas de “Formas Delicadas” foram idealizadas quando Luiza Marques entrou em contato com a pesquisa cientifica, sobre micro-organismos, da oceanógrafa Catherine Gérikas Ribeiro. O tema encantou a artista, que desde então, passou a pesquisar essas formas de vidas, transformando-as em
arte. 
Para dar forma as suas esculturas, Luiza trabalha com Flamework, técnica bastante audaciosa e ainda pouco explorada por artistas brasileiros.
Luiza Marques iniciou suas pesquisas com o vidro em 2000. Em 2006
realizou a sua primeira exposição individual, intitulada “Transparente”. Desde
então, a artista tem desenvolvido diversos trabalhos tendo o vidro como
matéria prima. É hoje uma das únicas pessoas a trabalhar com a técnica do
maçarico, ou Flamework, no Paraná.
A exposição “Formas Delicadas” acontece em parceria com a Biblioteca
Pública do Paraná. A abertura será no dia 23 de novembro, às 19h para
convidados. A entrada é gratuita.
Mais informações: https://sites.google.com/site/formasdelicadas/ 
Serviço:
Exposição “Formas Delicadas”
Local: Biblioteca Pública do Paraná
Data: 23 de novembro a 07 de dezembro
Horário: das 8h ás 20h
Ficha Técnica:
Artista Plástica: Luiza Marques
Produção executiva: Moema Solheid e Natu Marques
__________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário