29 de novembro de 2010

Em Curitiba, lançamento do telefilme GEADA NEGRA

Documentário premiado no edital de 2008 do PRÊMIO ESTADUAL DE CINEMA E VÍDEO DO PARANÁ retrata um dos episódios mais dramáticos da história do estado.


Nesta segunda-feira (29), no Auditório do Museu Oscar Niemeyer - MON, em Curitiba, exibição do documentário de Adriano Justino que retrata as consequências da geada que destruiu os cafezais paranaenses na década de 70, alterando os rumos econômicos e sociais do estado.
No inverno de 1975 os habitantes de Curitiba ficaram deslumbrados com a neve que caiu sobre a cidade. Apesar de bonito, o fenômeno meteorológico trouxe consigo um efeito catastrófico, destruindo todos os cafezais do estado, que até então tinha sua economia dependente da produção de café. Este episódio, que ficou conhecido como “Geada Negra” dá nome ao novo documentário de Adriano Justino, que terá sua primeira exibição em 29 de novembro, segunda-feira, às 20 horas no auditório do Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. A entrada é franca.
“Todo o café dizimado”. Esta foi a triste manchete dos jornais paranaenses do dia 18 de julho de 1975, um dia após a ocorrência da maior geada de que se tem notícia no Brasil. O fim dos cafezais resultou, ao longo dos anos seguintes, em um dos maiores êxodos populacionais ocorridos no Brasil e um dos maiores do mundo ocorridos em tempos de paz.
No hall do MON, na frente do auditório, haverá exposição de fotos do fotógrafo João Urban, exposição de matérias de jornais da época e serviço de café do Lucca Café aos convidados.

Data: 29 de novembro - segunda-feira - 20h
Local: Auditório do Museu Oscar Niemeyer
__________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário