19 de novembro de 2010

Museu da Casa Brasileira tem programação especial para o feriado da Consciência Negra


Em São Paulo, Orquestra Mundana apresenta espetáculo Africanita e documentário Barka, dirigido por Carlinhos Antunes e Márcio Werneck.

O Museu da Casa Brasileira, instituição vinculada à Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, terá programação especial no feriado da Consciência Negra, dia 20 de novembro. Às 19h, será exibido o Documentário Barka, de Carlinhos Antunes e Márcio Werneck, que retrata do dia a dia do povo de Burkina Faso, um país do centro oeste africano. Em seguida, às 20h, a Orquestra Mundana - com participação da cantora Fanta Konatê e do grupo Djembedon- apresenta Africanita, um concerto que dá ênfase aos ritmos e melodias daquele continente.
Com direção artística de Carlinhos Antunes, a Orquestra Mundana reúne músicos de diversas partes do mundo – incluindo o Brasil –, cada um influenciado pelo ambiente cultural de sua origem. O grupo transita com facilidade por várias linguagens, da música clássica ao jazz, do barroco à regional brasileira, do choro à música do mundo. Enquadrado nos padrões de uma orquestra popular, utiliza uma série de elementos pouco usuais no dia a dia musical, como alguns instrumentos musicais, dialetos, modos e ritmos. O resultado musical remete às origens dos ancestrais, sejam indígenas, europeus, africanos ou mouros.
A Orquestra é formada por Carlinhos Antunes no violão, viola, cuatro, charango, kora n’goni e tiple, Luis Cabrera (Cuba) no saxofone e flauta, Laura Solokowics (Argentina) no oboé e corne inglês, Thomas Rohrer (Suíça) na rabeca, saxofone e flauta irlandesa, Danilo Penteado no piano, cavaquinho, bandolim e baixo acústico, Beto Angerosa na bateria e percussão do mundo, Rui Barossi no baixo acústico, Gabriel Levy no acordeom e Serginho Machado na bateria.
O Documentário Barka foi realizado em 2008 por Carlinhos Antunes e Márcio Werneck. Ambos voltam naquele ano para Burkina Faso, país do centro oeste africano, para novamente tocar no Festival de Musica de Koudougou, o NAK, e apresentar aos burquinabés o documentário “Sete Dias em Burkina”, por eles dirigido na visita anterior. Ali surgiu a ideia de documentar o dia a dia das pessoas desse país, mostrando como vivem, o que comem, como se vestem, o que sonham, onde estudam e o papel que a música exerce em suas vidas. Barka, que na língua local more significa “obrigado”, é o resultado de uma rica experiência e do contato profundo com o povo daquele país.
Feriado para crianças
Para o Dia da Consciência Negra, o Museu da Casa Brasileira organizou Uma tarde no Museu especial para a criançada. Pais e filhos poderão participar de uma atividade lúdica que explora a influência da cultura africana nos costumes da casa brasileira. Durante a visita ao acervo do museu, os visitantes observarão e explorarão a herança africana no nosso cotidiano. Depois serão convidados a criar e associar imagens de ingredientes da culinária brasileira, receitas e objetos usados em sua preparação, em um jogo especialmente criado para o mês da Consciência Negra.
Sobre Orquestra Mundana
Para comemorar os 25 anos de carreira, o multi-instrumentista e historiador Carlinhos Antunes formalizou a fundação da Orquestra Mundana no concerto realizado no SESC Pompéia em São Paulo, em 2005, onde gravou um CD com o mesmo nome. Essa Orquestra surgiu como resultado dos trabalhos de pesquisa e sons que Antunes realiza desde 1996, intitulados “São Paulo de Todos os Povos”. O projeto é uma fusão da cultura brasileira com várias culturas que, direta ou indiretamente, constituem nossas raízes mais profundas. Seus álbuns mais recentes são “Carlinhos Antunes e Orquestra Mundana”, gravados ao vivo no Auditório Ibirapuera e no Sesc Pompéia em São Paulo, “Orquestra mediterrânea”, gravado ao vivo no Sesc Pinheiros e o DVD “Africanita”, lançado no SESC Pinheiros.
Nos últimos anos se apresentaram nas mais importantes salas de espetáculos do país, como Sala São Paulo, Auditório Ibirapuera, Teatro Santa Cruz, Museu da Casa Brasileira, teatros da rede Sesc de São Paulo e interior, em Passo Fundo, Salvador, Maceió e outras cidades do Brasil. Já fizeram turnê na Inglaterra, Suriname, Turquia, Holanda, França, Suíça, Burkina Faso e Espanha.
Patrocínio: Itaú BBA
Apoio: Demarest & Almeida Advogados e Fritz Dobbert
Serviços
Documentário Barka
Data: sábado, 20 de novembro
Horário: 19h.
Entrada franca
Duração: 52 min
Direção: Carlinhos Antunes e Márcio Werneck
Produção: SESC TV, Divina Imagem e Mundano Produções
Carlinhos Antunes e Orquestra Mundana - Concerto Africanita
Data: sábado, 20 de novembro
Horário: 20h.
Entrada franca
Duração: 60 min
Capacidade: 230 lugares (ambos eventos)
Local: Museu da Casa Brasileira – Terraço
Av. Brig. Faria Lima, 2705  Tel. 3032-3727   Jardim Paulistano
Estacionamento: até 30 min. grátis, até 2 horas R$ 8,00, demais horas R$ 2,00.
Uma tarde no Museu especial
Horário: 14h30 às 17h
Local: Museu da Casa Brasileira
Endereço: Av. Faria Lima, 2705 - Jardim Paulistano Tel. 3032-3727
Entrada Franca
Vagas: 22
Site: www.mcb.org.br
twitter.com/mcb_org
Estacionamento: R$ 12,00.
___________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário