9 de novembro de 2010

Música no tempo de Alfredo Andersen

"O pai da pintura paranaense" será homenageado pelo grupo Chanson dentro do projeto Música nos Museus, na próxima quarta-feira, em Curitiba.
               Alfredo Andersen (Kristiansand 1860 - Curitiba 1935)
Alfredo Andersen, artista plástico norueguês radicado no Brasil, deixou uma obra de grande relevância para a arte do Paraná, sendo consagrado como “pai da pintura paranaense”. 




                              Chanson - Madrigal Feminino
Em sua homenagem, o Projeto Música nos Museus, da Secretaria de Estado da Cultura, do mês de novembro apresenta um espetáculo musical proposto pelo grupo Chanson – Madrigal Feminino, que vislumbra a contemporaneidade de sua obra, através da aproximação com a obra dos compositores de maior importância na sua época, como Chiquinha Gonzaga, Villa Lobos e Edvard Grieg (Noruega). 


                                   Obra de Andersen

A apresentação acontece nesta quarta-feira, dia 10, às 18h30, no Museu Alfredo Andersen (Rua Mateus Leme, 336), tem uma hora de duração, com classificação livre e entrada franca.
Na apresentação, serão lembrados importantes nomes do romantismo europeu, bem como compositores brasileiros e paranaenses que tiveram destaque no período em que Andersen permaneceu no Paraná. Na época de Andersen, a música erudita da Europa vivia o Romantismo, e o bel canto estava em seu auge. Tiveram grande relevância compositores como Rossini, Schubert, Brahms, Verdi, Fauré. O seu conterrâneo Edvard Grieg destaca-se como figura mais proeminente de seu país, iniciando o nacionalismo musical norueguês. No Brasil, o bel canto era muito apreciado e os compositores europeus tiveram suas obras inúmeras vezes representadas. 
Os compositores brasileiros de maior expressão nesse período foram Carlos Gomes, Alberto Nepomuceno, Villa Lobos e o paranaense Brasílio Itiberê. Na música popular, destaca-se Chiquinha Gonzaga, que morreu no mesmo ano que Andersen. As obras serão executadas a capella ou com acompanhamento de piano.
Chanson
O Chanson é um grupo vocal curitibano, formado somente por vozes femininas. Valoriza a expressão humana através do seu canto, num espetáculo envolvente, sensível e inovador. Criado em 2003, vem desenvolvendo um repertório essencialmente erudito, abrangendo desde músicas do Século XIII até contemporâneas, originárias de diversos países. Utilizando o espaço de forma diferenciada dos corais tradicionais, envolve o público em uma nova sonoridade.

Música nos Museus
O Música nos Museus é um projeto da Secretaria de Estado da Cultura que mensalmente apresenta uma atração musical do Paraná em seus espaços de exposição. A idéia é contemplar todos os gêneros musicais, buscando como critério principal a qualidade dos músicos.
Para a Secretária de Cultura Vera Mussi, essa é uma oportunidade de reunir num só espaço música e outras artes. "O projeto Música nos Museus quer trabalhar a excelência dos instrumentistas do nosso estado em espaços não-convencionais para espetáculos musicais. Assim podemos aproximar o público dessas duas linguagens artísticas numa ação de integração cultural", finaliza.

Programa
- Edvard Grieg (Noruega): Ave Maris Stella
- Giacomo Rossini (Itália): La Fede, La Speranza, La Caritá
- Gabriel Fauré (França): Missa Breve
- Johannes Brahms (Alemanha): Phöenomen
- Chiquinha Gonzaga (Brasil): Lua Branca
- Alberto Nepomuceno (Brasil): O Baile na Flor
- Brasílio Itiberê (Brasil): Oração da Noite
- Villa Lobos (Brasil): Canções
Serviço:
Música nos Museus – Espetáculo musical com o grupo Chanson – Madrigal Feminino. Única apresentação quarta-feira, dia 10 de novembro, às 18h30, no Museu Alfredo Andersen (Rua Mateus Leme, 336). Entrada franca.Classificação etária: livre.
____________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário