1 de dezembro de 2010

Mundo Barroco e César Villavicencio no Museu da Casa Brasileira (SP)


O repertório do concerto foi composto por Antonio Vivaldi durante  período de apogeu na música instrumental.

                                            


César Villavicencio

 "Esta é uma oportunidade inédita no país do público em geral apreciar o renascimento da música barroca”, César Villavicencio

Formado por músicos de carreira internacional, o conjunto de música Mundo Barroco se apresenta no Museu da Casa Brasileira, instituição vinculada à Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, no dia 05 de dezembro, às 11h. Como convidado especial, César Villavicencio traz um concerto inédito com obras musicais de câmera de grande virtuosismo do compositor italiano Antonio Vivaldi. 
Como ressalta o músico Cesár Villavicencio, “esta é uma oportunidade inédita no país do público em geral apreciar o renascimento da música barroca”. Concentrados no objetivo de mover os afetos do público através da música, os integrantes do Mundo Barroco realizaram estudos na Europa, que demonstraram eloquência e clareza no domínio de instrumentos originais como o violino barroco, oboé barroco, flauta doce, fagote barroco, violoncelo barroco, guitarra barroca e cravo.
A performance da música é vista como um fascinante e minucioso processo de recriação artística, com bases sólidas de pesquisa histórica. Assim, pretende-se sensibilizar o público apreciador e despertar o interesse de estudantes e profissionais por esta visão historicamente informada da interpretação do repertório dos séculos XVII e XVIII. 
O Grupo Mundo Barroco é composto por César Villavicencio (flauta doce), Luis Otavio Santos (violino), Natalia Chahin (oboé) Fabio Cury (fagote), Alberto Kanji (violoncelo), Alessandro Santoro (cravo) Guilherme de Camargo (guitarra). 
O repertório do concerto foi composto por Antonio Vivaldi durante um período de apogeu na música instrumental, onde surgiram pela primeira vez gêneros puramente instrumentais como o concerto. Inclui Concerto em Fá maior (P.323; flauta doce, oboé, violino, fagote e baixo contínuo Allegro - Largo – Allegro), Concerto em Sol menor (P.403 flauta doce, oboé, violino, fagote e baixo contínuo Allegro - Largo - Allegro), Concerto em Ré maior (P.207;flauta doce, oboé, violino, fagote e baixo contínuo Allegro - Largo – Allegro), Sonata em Lá menor (RV.86; flauta doce, fagote e baixo contínuo Largo - Allegro - Largo cantabile - Allegro molto), Concerto em Sol menor (P.404; flauta doce, violino, fagote e baixo contínuo Allegro - Largo – Allegro), Concerto em Dó maior (RV.88;flauta doce, oboé, violino, fagote e baixo contínuo Allegro - Largo cantabile - Allegro molto), Concerto em Sol menor (P.360; flauta doce, oboé, violino, fagote e baixo contínuo Allegro - Largo – Presto) 
Consolidado na agenda de São Paulo como uma alternativa de lazer que reúne música de qualidade em um cenário agradável, o terraço do museu, em frente ao seu jardim de 6.600 metros quadrados, o Música no Museu acontece todos os domingos, às 11h. É sempre gratuito. 
Sobre César Villavicencio
Formado pelo Conservatório Real de Haia, Holanda, Villavicencio é pesquisador e intérprete da música dos séculos XVI, XVII, XVIII, música contemporânea e improvisador. Possui doutorado em Música - University of East Anglia (2008), Inglaterra - com a tese "The Discourse of Free Improvisation." Realiza pesquisa em nível de pós-doutorado no Departamento de Música da ECA/USP (FAPESP). Tem trabalhado regularmente na pesquisa e performance com meios eletrônicos interativos e na aplicação de tecnologia na criação de um instrumento híbrido para a performance de música eletroacústica com o apoio da Bolsa Virtuose (1998) e do Instituto de Sonologia de Haia, Holanda.
Foi professor convidado no Conservatório Real de Haia. Desde 2003 é professor de flauta doce barroca na Oficina Internacional de Música de Curitiba. Durante esse período tem realizado um trabalho pedagógico que abrange o repertório antigo e contemporâneo para a flauta doce incluindo a área da improvisação contemporânea. Trabalhou em orquestras barrocas sob a direção de Ton Koopman e William Christie. Como improvisador, tocou com Evan Parker, Richard Barrett, e forma parte do conjunto MusicaFicata com Fernando Iazzetta e Rogério Costa.
Patrocínio: Itaú BBA

Apoio: Demarest & Almeida Advogados e Fritz Dobbert 

Serviço 
Mundo Barroco
Data: 05 de dezembro, domingo às 11h. 
Duração: 65 min
Capacidade: 230 lugares
Local: Museu da Casa Brasileira – Terraço
Av. Brig. Faria Lima, 2705 Tel. 3032-3727 Jardim Paulistano
Entrada franca
Site: www.mcb.org.br


* A pedido, troquei a foto.
_____________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário