21 de janeiro de 2011

MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA DE ÁGUA: ECONOMIA NO BOLSO E MENOS DESPERDÍCIO


Já no primeiro mês de implementação, condomínios economizam até 20%.

De acordo com a CAS Tecnologia – empresa especializada em soluções de automação, armazenamento e leitura de dados à distância – o mercado brasileiro comporte aproximadamente seis milhões de ligações individuais de água.
Em 2010, a empresa – que é homologada e certificada pelo Proacqua da SABESP - atingiu mais de 15 mil pontos de medição individualizada de água no estado de São Paulo, entre prédios comerciais e residenciais. Mas, qual a real economia proporcionada pela medição individualiza de água?
A medição individualizada propõe que as pessoas deixem de pagar o famoso “rateio” na conta do condomínio no consumo de água para pagar o valor consumido, ou seja, apenas pelo que realmente gastaram. A CAS Tecnologia oferece uma tecnologia que permite a leitura a distância e a interpretação de dados individualizados.
Por meio da telemetria – medição à distância – é possível mensurar a diferença de consumo de água de uma família com muitas pessoas e de alguém que mora sozinho, por exemplo. “Logo no primeiro mês de implantação o condomínio reduz em até 20% o que gastava com água”, afirma Mauricio Catelli, sócio-diretor da CAS Tecnologia.
 “Percebemos que após a implementação dessa tecnologia muitas pessoas se surpreendiam com seus gastos. Algo muito natural, já que esta era a primeira vez que tinham acesso ao real consumo (individual). A informação diária trazia ainda novas surpresas, pois era capaz de dizer diariamente o que estava sendo o consumo e identificar perdas, como vazamentos, antes de maiores desperdícios. Com a informação, veio a surpresa. Mas também veio o principal: a possibilidade das pessoas entenderem seus gastos e reverem seus hábitos de consumo”, conta Mauricio Catelli.
O custo para implementação do sistema em prédios varia de R$ 600 a R$ 2 mil por apartamento. “Tudo depende da quantidade de prumadas. Além disso, as construções antigas têm as instalações mais caras. Depois de aderir, o morador paga em torno de R$ 5,00 mensais para manutenção do sistema, explica Catelli.
Diante da demanda potencial do mercado brasileiro, a CAS Tecnologia está contratando e se estruturando para atender a forte demanda que, segundo suas expectativas, continuará alta. Além de São Paulo, a empresa já tem projetos em Brasília e em Belo Horizonte e planeja entrar em breve no mercado nordestino. As construtoras têm percebido que a medição individualizada agrega valor à obra, pois derruba o consumo de água e, consequentemente, reduz os gastos do condomínio.
CAS Tecnologia - Com sede em São Paulo, alcance nacional e representantes na América Latina e Africa do Sul, a CAS é especializada em soluções de engenharia, automação e telemetria. O grande foco de atuação da companhia é o desenvolvimento de soluções para o mercado de Utilities, em energia, água e gás, contratada por concessionárias que pretendem apurar a identificação de fraudes e perdas e, conseqüentemente, reduzir custos. A empresa desenvolve sistemas inteligentes, implementa projetos de backups corporativos e alta disponibilidade, certificação digital, além de desenvolvimento e fabricação de hardware. Entre os seus clientes estão Light, Ultragaz, Manaus Energia, Elektro, CET, ItaúBBA, Citibank, Dell, ThyssenKrupp, Alcoa, Roche, Siemens e Garoto, entre outros.
___________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário