25 de fevereiro de 2011

Brasileiro vence Prêmio illy SustainArt na ARCOmadrid 2011


André Komatsu venceu a quarta edição do prêmio voltado a jovens artistas, que exibiram seus trabalhos na seção ‘Solo Projects: Focus Latin America’.

                           André Komatsu e Carlos Urroz, diretor da ARCOmadrid. 

                                                                    A obra “Concreto Periodico”.
 Nesta semana, na ARCOmadrid, a Feira de Arte Contemporânea de Madri, na Espanha, André Komatsu venceu a quarta edição do Prêmio illy SustainArt, concedido a jovens artistas, abaixo de 35 anos, que exibiram seus trabalhos da seção especial chamada Solo Projects: Focus Latin America. O artista brasileiro, representado pela Galeria Vermelho, concorreu com a obra “Concreto Periodico”. 
O júri internacional – formado por dois curadores, María Inés Rodríguez e Adriano Pedrosa, além do diretor artístico da illycaffè, Carlo Bach – entregou o reconhecimento ao artista no espaço desenvolvido por Tobias Rehberger, especialmente para a ARCOmadrid 2011. Para o corpo de jurados: 
“A obra do artista, exibida nesta exposição, se destaca pelo seu forte impacto visual e pela sua qualidade. Além disso, ela revela uma jornada pessoal inovadora, articulada em sua composição escultural, arquitetônica e artística. Estamos, portanto, muito felizes por conceder o prêmio a André Komatsu.
 O artista recebeu 15 mil euros e a oportunidade de desenvolver um projeto para a illy Art Collection, a coleção de xícaras da marca, assinada por artistas de renome internacional, além de jovens talentos.

BIOGRAFIA DO ARTISTA
André Komatsu, de 32 anos, mora e trabalha em São Paulo (SP) e é formado em design pela FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), também localizada na capital paulista. Mostras individuais: Soma Neutra, Galeria Vermelho (2009) e Projeto Bolsa, Museu da Pampulha (2006). Mostras coletivas: Para Ser, (MUSAC, Espanha, 2010), Obsession (University of Leeds, Reino Unido, 2009), After Utopia (Museo Pecci, Prato, Itália, 2009), When Lives (Yerba Buena, Estados Unidos; Museum of Contemporay Art Tokyo, Japão; Hiroshima Museum, Japão).
Abaixo, a lista dos outros seis jovens artistas que participaram do concurso, representados pelas suas respectivas galerias: Israel Meza Moreno (Arróniz), Tomás Espina (Ignacio Liprandi Arte Contemporáneo), Felipe Arturo (La Central Galería), Rafael Carneiro (Luciana Brito), Alejandro Almanza Pereda (Magnan Metz) e Thiago Rocha Pitta (Millan Galeria). 
Nas três últimas edições, o Prêmio illy SustainArt foi concedido a artistas vindos de países convidados e de países produtores de café, respectivamente, Brasil, Índia e México. Em 2008, o prêmio foi entregue ao brasileiro Matheus Rocha Pitta; em 2009 ao artista indiano Avinash Veeraraghavan; e, em 2010, ao artista mexicano Camilo Ontiveros. 
O Prêmio illy at ARCOmadrid é parte de um grande projeto, dedicado aos talentos emergentes da arte e do design contemporâneo, lançado, há mais de 15 anos, pela illycaffè em parceria com as mais significativas feiras e exposições de Arte Contemporânea de padrão internacional, entre elas: Artissima (Turim, Itália), Art Brussels (Bruxelas, Bélgica) e Art Rotterdam (Roterdã, Holanda). 
Em 9 de fevereiro, na ARCOmadrid, a illycaffè lançou, oficialmente, o novo site www.illysustainArt.org: uma janela aberta para o universo da arte contemporânea, que visa se tornar o lugar de referência, o ponto de encontro e o espaço ideal para o intercambio cultural entre artistas e curadores provenientes de países em desenvolvimento. 
 Sobre a illycaffè
Sediada em Trieste, na Itália, a torrefadora italiana illycaffè produz e comercializa um único blend de café espresso sob uma única marca, líder em qualidade. Presente em mais de 140 países, o espresso illy está disponível em mais de 50 mil dos melhores restaurantes e bares ao redor do mundo, onde, diariamente, são vendidas mais de 6 milhões de xícaras. 
____________________________________________________ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário