2 de março de 2011

Projeto do metrô de Curitiba


Projeto básico da Linha Azul está pronto. Sua extensão é de 14,2 quilômetros entre o CIC-Sul, próximo ao Ceasa, até a Rua das Flores, próximo ao Paço Municipal, no Centro.
Os detalhes do projeto da primeira etapa do metrô de Curitiba foram apresentados pelo prefeito Luciano Ducci na quarta-feira (2)  para lideranças do estado do Paraná.
O prefeito explicou que o projeto básico da Linha Azul está pronto. Sua extensão é de 14,2 quilômetros entre o CIC-Sul, próximo ao Ceasa, até a Rua das Flores, próximo ao Paço Municipal, no Centro. Serão 13 estações nesta primeira etapa. Nesta primeira etapa o projeto está orçado em R$ 2,25 bilhões e vai concorrer aos recursos do PAC da Mobilidade Urbana do governo federal.
Mobilidade - O projeto do metrô de Curitiba será inscrito no PAC da Mobilidade Grandes Cidades. O programa terá R$ 18 bilhões - R$ 6 bilhões da União e R$12 bilhões em financiamentos - para ampliar a capacidade de locomoção e melhorar a infraestrutura do transporte público no país.
A capital paranaense se enquadra no grupo “MOB 1” - formado por capitais de regiões metropolitanas com mais de três milhões de habitantes e corresponde a 31% da população brasileira. Além de Curitiba, no grupo estão Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Recife, Fortaleza e Salvador. O resultado da seleção será divulgado no dia 12 de junho.
Luciano Ducci disse que se Curitiba tiver aprovado o projeto da primeira fase do metrô em Brasília, os recursos para a obra devem ser empenhados no início do próximo ano e as obras começam já durante 2012.
"Estamos priorizando o eixo sul para implantação do metrô nesta primeira etapa porque é o eixo por onde circulam mais passageiros no transporte coletivo", disse o presidente do Ippuc (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba), Cléver de Almeida.
Diariamente são transportados 260 mil passageiros pelo eixo sul em ônibus. O metrô vai fazer parte da rede integrada de transporte e terá a mesma tarifa cobrada nos ônibus.
A velocidade máxima será de 80 km/h e o tempo da viagem entre o CIC-Sul e o Centro da cidade cairá pela metade com o metrô. A frota será composta por 18 trens e cada composição terá cinco carros. A capacidade de cada trem é para 1.450 passageiros.
Outras etapas - Após a conclusão da Linha Azul, que deverá acontecer entre 2015 e 2016, serão feitas as outras etapas do metrô. O custo do projeto inteiro é de R$ 3,25 bilhões. Serão 21 estações em 22 quilômetros de extensão (3 km em via elevada e 19 km subterrâneos).
O metrô irá até o Terminal do Santa Cândida quando estiver completo. Das 21 estações, uma será elevada, seis rasas e 14 profundas. O projeto prevê ciclovias, calçadas, arborização, equipamentos de playground, quiosques comerciais e áreas de convivência no trajeto por onde o metrô passar. 
Metrô de Curitiba em números
Extensão: terá 22 km (3 Km em via elevada e 19 Km subterrâneos)
Ligação: do Terminal CIC Sul ao Terminal Santa Cândida
Estações: 21 estações, espaçadas em média a uma distância de 1 quilômetro
Itinerário: A partir da BR, será sob a Rua André Ferreira Barbosa, numa extensão de 2Km até a Av. Winston Churchill, e por ela, sob a canaleta do ônibus expresso, até o Terminal Capão Raso; sempre sob a via, seguirá pela Av. República Argentina e Av. Sete de Setembro, até a Praça Eufrásio Correia. A partir da Praça, seguirá pela Rua Barão do Rio Branco e Riachuelo até a Av. João Gualberto e Av. Paraná, até o Terminal Santa Cândida.
Investimentos: Total: R 3,25 bilhões
Primeira fase - R$ 2,25 bilhões (do Pinheirinho a Rua das Flores / 13 estações, 14,2 Km).

____________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário