28 de abril de 2011

Semelhanças e diferenças entre Zé Carioca, de Disney, e de Blu, de Carlos Saldanha


Na BRAVO!: a visão hollywoodiana sobre o Brasil nos tempos do Zé Carioca e agora em “Rio”.

A animação de Carlos Saldanha, “Rio”, está sendo um sucesso nos cinemas. Mas, será que o longa consegue trazer uma visão diferente da vista nos tempos do personagem da Disney Zé Carioca? O jornalista Paulo Roberto Pires respondeu esta questão na Bravo! – que chega às bancas na sexta-feira, dia 29 – e apontou semelhanças e diferenças da visão de Hollywood sobre o Brasil nos tempos de Zé Carioca e atualmente com Blu.

Entre as semelhanças,está o período em que os personagens desembarcam no país: em pleno Carnaval. Blu – uma arara-azul urbanoide nascida no Rio que não sabe voar e vive nos EUA – chega ao Rio de Janeiro na mesma época em que a equipe de Disney visita a cidade nas imagens documentais, que, em Alô, Amigos, misturam-se à animação.
Há em ambos uma idealização da paisagem que se trai menos nas panorâmicas aéreas da cidade do que em detalhes curiosos. Em Alô, Amigos, o Pato Donald e o Zé Carioca caminham por um calçadão de pedras portuguesas até encontrarem um bar com jeitão de café francês onde é servida cachaça. Em Rio, Linda e Túlio tentam um jantar num bairro inspirado na Lapa, com calçadas típicas de Copacabana, num café francês onde tomam vinho.
“Na luta contra os clichês, a música sai-se melhor do que a paisagem. Disney teve Aloysio Oliveira como produtor e Ary Barroso como compositor. Carlos Saldanha tem Sérgio Mendes acumulando as funções. E o som produzido para o filme é puro Sérgio Mendes – o que quer dizer coisa boa e não tão boa, às vezes em uma mesma canção.
A escalação de Will.I.Am, Carlinhos Brown, Bebel Gilberto e outros menos votados faz da trilha uma geléia em cuja receita entram samba-enredo, bossa nova, samba-rock, rap, dance. Uma sonoridade, aí sim, bem fiel à saudável mistureba de influências que torna impossível uma única identidade para a música deste lado do Equador”, explica o jornalista.
A matéria completa estará na BRAVO! que chega às bancas na sexta-feira, dia 29.
________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário