14 de maio de 2011

Museu da Casa Brasileira apresenta a versatilidade de Christianne Neves no lançamento de seu terceiro disco solo


Pianista, compositora e arranjadora lança o instrumental Eyin Okan, trabalho com forte influência da percussão. Programa para domingo em São Paulo. 


A pianista Christianne Neves é a próxima atração do projeto Música no Museu, no domingo, dia 15 de maio, às 11h. Na ocasião, a compositora, pianista e arranjadora lança seu terceiro álbum, Eyin Okancom entrada gratuita no Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Cultura de São Paulo. Com oito faixas, a obra conta em seus arranjos instrumentais com forte influência da percussão africana e latina. 
De formação jazzística, a pianista transita entre diversos gêneros e compõe com influência de instrumentos percussivos de diversos países. Em Eyin Okanexpressão que significa “você no coração” em yorubá, língua africana da região da Nigéria, Christianne também presta homenagem aos compositores Eric Satie e Joaquín Turina. Nesta apresentação, toca acompanhada pelo contrabaixo de Marcelo Calderazzo, a bateria de Ricardo Mosca e os convidados Ubaldo Versolato, na flauta e James Müller, na percussão.
Reconhecida internacionalmente por transformar o piano em uma grande orquestra de sonoridades, Christianne é uma pianista de jazz com presença de elementos flamencos, indianos, cubanos, latinos e celtas. Versátil, a musicista transita entre funções, tendo trabalhado como diretora musical da cantora Fernanda Porto, além de integrar a orquestra Havana Brasil e The Heartbreakers. Toda a trajetória do trabalho de Christianne Neves pode ser conferida em seus outros dois cds: Refúgio (2000), Duas Madrugadas(2004). 
A compositora é pós-graduada em Música pela Unicamp, além de ter estudado piano clássico com Sofia Hoffner, Antonio Bezzan, Rafael dos Santos e com Amilton Godoy, pianista do Zimbo Trio. Apresentou-se no Projeto Instrumental do Centro Cultural São Paulo, Sesc Pompéia, Virada Cultural, entre outros. Desde 2007 estuda piano erudito com a concertista Maria Cecília Truffi.

Sobre o projeto Música no Museu – Um olhar Feminino

O projeto Música no Museu chega à sua 8.ª edição, apresentando atrações musicais a partir do olhar de três mulheres curadoras, que desenvolvem seus trabalhos em áreas diversas da música brasileira. 
Entre março e junho deste ano, as três curadoras se alternam a cada domingo, proporcionando ao público uma perspectiva musical diferente e complementar. Com um olhar sobre o passado, Ana Maria Kieffer dá destaque ao repertório dos antigos saraus brasileiros, com obras de Marcos Portugal, Elias Álvares Lobo, Brasílio Itiberê da Cunha, Emílio Eutiquiano Correia do Lago, do jovem Carlos Gomes, além do americano Louis Moreau Gottshalk, que visitou o Brasil em 1869.

Myriam Taubkin, atenta aos movimentos contemporâneos, privilegia os novos talentos da música nacional. Para além dos limites temporais, Magda Pucci faz um movimento com o espaço, no limite entre a música brasileira e suas amplas fronteiras com o mundo.

Local: Museu da Casa Brasileira
Data: 15 de maio, domingo, 11h
Endereço: Av. Faria Lima, 2705 - Jardim Paulistano Tel. 3032-3727
Ingresso: Grátis 
Acesso a portadores de deficiência física.
Visitas orientadas: 3032-2564 agendamento@mcb.org.br
Estacionamento:
Domingo: R$ 12,00
________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário