30 de junho de 2011

Carol Castro e Giovanna Ewbank causam frisson no lançamento da coleção de bolsas Iódice Denim por Pacific.


As bolsas da coleção Verão 2012 Iódice Denim por Pacific são modernas e investem na versatilidade e na praticidade.
As atrizes globais Carol Castro e Giovanna Ewbank (ao lado) estiveram no stand da Pacific, na Francal 2011, na terça-feira, 28/06, para conferir a nova coleção de bolsas da linha Iódice Denim. Ao lado do estilista Valdemar Iódice, as atrizes posaram com os fãs e falaram sobre a carreira, moda e acessórios favoritos.

Modernas e em sintonia com o estilo das mulheres urbanas, as bolsas da coleção Verão 2012 Iódice Denim por Pacific investem na versatilidade e praticidade tanto para o dia a dia, quanto para ocasiões que pedem acessórios mais sofisticados.


'A esquerda: Giovanna Ewbank, Valdemar Iódice e Carol Castro

Fotos: Alexandre Kid



__________________________________________________

O SESC-Jacarezinho (PR) apresenta Sonora Brasil – Formação de Ouvintes Musicais


Nesta 1ª etapa, Gilberto Monteiro, considerado um dos mais importantes músicos do Rio Grande do Sul, mostra a sonoridade do fole gaúcho acompanhado de Eduardo Cantero (violão) e Fernando Gorrie (percussão).

 

Sonora Brasil – Formação de Ouvintes Musicais é um projeto temático que tem como objetivo realizar programações identificadas com o desenvolvimento histórico da música no Brasil. Sotaques do Fole  apresenta o acordeão em suas variantes regionais ligadas à tradição oral, trazendo a gaita-ponto , com o músico Gilberto Monteiro (RS), a sanfona de oito baixos , com o músico Truvinca (PE), e o acordeão de 120 baixos , com Dino Rocha (MS). 
Fazendo um contraponto com a tradição oral, o projeto traz o duo de acordeões  Ferragutti/Kramer, que apresenta composições modernas e contemporâneas relacionadas à música de concerto e a outras formas ligadas à vertente acadêmica.   Nesta 1ª etapa a sonoridade do fole gaúcho será apresentada por Gilberto Monteiro, instrumentista e compositor, nascido na cidade de Santiago do Boqueirão, considerado um dos mais importantes músicos do Rio Grande do Sul, que acompanhado de Eduardo Cantero (violão) e Fernando Gorrie (percussão), leva a música das tradições gaúchas pelo país.

Sonora Brasil- Formação de Ouvintes Musicais - 1ª etapa
Dia: 18 de Julho (2ª feira)
Local: CAT
Horário:  20h
Entrada gratuita -
Livre para todos os públicos
__________________________________________________

Alerta: dicas para aquecer ambientes com segurança

O uso de aquecimentos incorretos pode provocar intoxicação por monóxido de carbono, com risco de lesão cerebral ou morte.


*Foto

"Os aquecedores que mais prejudicam a saúde são os a gás e os de água, que podem provocar até mesmo a morte." Dr. Aluisio de Melo Jr.

Um ambiente confortável e quentinho é ideal nos dias mais frios da estação. E o acessório que não pode faltar para aquecer os ambientes é o aquecedor. Além dele, é necessário uma dose de bom senso e muito cuidado. “Mesmo os aparelhos aprovados para uso domiciliar podem provocar uma diminuição da umidade do ambiente e algum grau de ressecamento das vias aéreas. Também há os riscos de incêndio quando não são observadas as recomendações do fabricante, alerta o neurologista do Hospital Nossa Senhora das Graças, Aluisio de Melo Jr.
Os aquecedores que mais prejudicam a saúde são os a gás e os de água, que podem provocar até mesmo a morte. “Estes aquecedores consomem oxigênio e, por isso, devem ter termostatos, ou seja, desligar quando atinge a temperatura e sempre ter uma janela aberta. Caso contrário, pode ocorrer intoxicação por monóxido de carbono, com risco de lesão cerebral ou morte, ressalta. As lareiras também podem causar o mesmo tipo de problema. “É preciso checar se a chaminé não está obstruída, pois as brasas da lareira podem provocar intoxicação por monóxido de carbono também”.
A exposição a aparelhos de ar-condicionado e aquecedores ainda podem alterar a qualidade e produção de lágrimas, provocando a Síndrome do Olho Seco. “A doença é causada pelo baixo volume na produção de lágrimas ou por uma disfunção lacrimal, quando a lágrima produzida é de má qualidade, explica o oftalmologista e diretor da Clinica Canto, Marco Canto.
Utilizar vasilhas com queima de álcool ou o fogão para se aquecer também pode ser arriscado e causar incêndios e queimaduras. “No caso de fogões, pode ocorrer uma explosão com a descarga de qualquer equipamento elétrico ou com a tentativa de reacender a chama, observa Dr. Aluisio de Melo Jr. Os aquecedores a óleo são os mais indicados. “Os modelos que possuem timer para desligar são ainda mais seguros, pois diminuem a chance de produzir queimaduras e incêndios, salienta.
Dicas de segurança
Para que os cômodos fiquem aquecidos sem riscos para a saúde, o Dr. Aluisio Melo Jr. dá algumas dicas de como utilizar com segurança os aquecedores:
  •           Procure aquecedores a óleo com timer para desligar. Além de serem silenciosos, também possuem menor chance de produzir queimaduras e incêndios;
  •          Confira a fiação elétrica de sua casa para saber se suporta a potência do equipamento - em torno de 1500w;
  •          Compre um termômetro para medir a temperatura e a umidade do ar. O termômetro deve ficar próximo a altura da cabeça.
  •          Compre um detector de monóxido de carbono, caso você possua lareira ou sistemas de aquecimento que produzam monóxido de carbono. Instale na altura da cabeça também, no ambiente no qual fica o aquecedor ou a lareira;
  •         Caso existam crianças ou idosos na casa o cuidado deve ser redobrado. Eles podem colocar objetos ou as mãos sobre os aquecedores, ou esquecer ligado os aparelhos que não possuem timer.
  • *Foto para ilustração de André Lopes do  site http://vinyandre.blogspot.com/
  • _______________________________________________

Chamada geral: Arte Controversa.


Arteref está convidando artistas para participarem de uma exposição com o tema Arte Controversa


"São bem vindos qualquer tipo de expressão artística que tenha como tema a contestação ou controvérsia de cunho social, politico ou quaisquer outros temas que estimulem o debate".
Todos aqueles que possuam ou queiram criar trabalhos para submeter ao grupo curatorial da exposição poderão enviar imagens para o e-mail: pro@arteref.com.br
“Estamos em uma fase inicial e gostaríamos da participação de todos, seja enviando as imagens dos trabalhos ou indicando amigos artistas que possuam este tipo de trabalho. Não se trata de uma inscrição, mas uma triagem do que está sendo produzido atualmente para que possamos definir os rumos da exposição em 2012”, diz Paulo Varella, publisher
Não existem restrições ou regulamentos que possam limitar o processo de definição curatorial, portanto, fiquem a vontade para sugerir todo e qualquer tipo de expressão artística que tenha como tema a contestação ou controvérsia de cunho social, politico ou quaisquer outros temas que estimulem o debate.
Quanto aos prêmios, datas e requisitos, todos eles serão definidos em uma segunda fase.
As imagens enviadas devem ter o nome dos autores para facilitar a triagem.
Arteref Pro: e-mail: pro@arteref.com.br
______________________________________

29 de junho de 2011

2º Congresso Moveleiro Paranaense discute mão de obra no setor


Evento, que acontece nesta quinta-feira (30) em Curitiba terá o consultor de carreiras Max Gehringer está entre os palestrantes.


A carência de mão de obra é um problema recorrente em diversos setores da indústria brasileira. Esta demanda vai desde o chão de fábrica até cargos altamente especializados e já ganhou ares de catástrofe com a adoção do termo “apagão de mão de obra”.
No Paraná, a situação não é diferente e atinge principalmente os setores mais aquecidos da economia do Estado, cuja produção demanda cada vez mais trabalhadores, como é o caso da indústria moveleira. Para enfrentar esta questão e discutir formas de atrair profissionais para este mercado, a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) promove nesta quinta-feira (30) o 2º Congresso Moveleiro, que este ano traz como tema principal “O Desafio da Mão de Obra Para a Indústria Moveleira”.
Para tratar desta temática foi convidado o consultor de carreiras, Max Gehringer (foto), que irá proferir a palestra “Gestão de Pessoas no setor moveleiro”. Executivo de sucesso, tendo ocupado cargos importantes em grandes empresas como Pepsi-Cola e Elma Chips, além de colunista do programa Fantástico, da rádio CBN e da revista Época, ele é hoje um dos mais reconhecidos especialistas do mundo corporativo.
Também foi confirmada a participação do diretor do Instituto de Estudos e Marketing Industrial, Marcelo Villin Prado, que conduzirá um workshop sobre a relação entre fornecedor e cliente. Com 21 anos de experiência no desenvolvimento de projetos de pesquisa e assessoria em inteligência de mercado. Atuou como consultor da ONU para o Brasil na área de estudos para desenvolvimento do comércio internacional.
Para ministrar o workshop sobre automação industrial, foi convidado Lincoln Seragini, presidente da agência Seragini, Farné Guardado Design. Ao longo de uma carreira de mais de 40 anos ele acumula grande experiência nas áreas de projetos de Produto, Marca e Embalagem. Atuou como consultor das Nações Unidas nas áreas de Design e Tecnologia de Embalagem e atualmente é professor de Pós-graduação de Branding, Design e Inovação na FIA-USP, FGV-SP, Faculdade Rio Branco SP e Instituto Europeu de Design.

Mais informações e inscrições através do site: www.congressomoveleiro.org.br
________________________________________________
 

O Rally dos Sertões vira enredo e cai no samba

Mestre Sala e Porta Bandeira da X9 em clima de Sertões
O acordo assinado com a Escola de Samba X9 Paulistana mostra também a importância cultural e promocional do maior e mais tradicional Rally Cross Country do Brasil.





São Paulo, SP, 29 de junho - As marcas positivas que o Rally dos Sertões deixa não param de crescer. Não apenas, 1) na área esportiva, com a realização anual de um evento modelo para as comunidades dos esportes a motor; como 2) na incisiva ação social que dura todo o ano e que leva para as comunidades assistências diversas; 3) na inédita ação ambiental que a cada ano se amplia e renova apresentando soluções inéditas de cuidado e preservação do meio ambiente; 4) no atento respeito às tradições culturais das regiões atravessadas; sem esquecer, 5) da admirável contribuição para a divulgação de áreas de turismo ainda pouco aproveitadas.

E não é só isso.


Como se todos os motivos enumerados não fossem suficientes o Rally dos Sertões mostra o seu fôlego ao ser escolhido como fio condutor do enredo do Carnaval 2012 do Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba X9 Paulistana. A escola conhecida por seus enredos criativos e com firme referência a assuntos contemporâneos escolheu em sua quadra localizada na zona norte da cidade de São Paulo, no último dia 19 de junho, o seu enredo: "Trazendo para os braços do povo o coração do Brasil... A X9 Paulistana desbrava os sertões dessa gente varonil"!!

5000km de samba no pé.



Marcos Moraes, da Dunas Race, e José Manoel Gaspar, Presidente da X9
E para mostrar a preocupação da X9 Paulistana em transportar para a avenida o verdadeiro espírito de aventura da prova é que os carnavalescos da escola, Rodrigo Cadete e Flávio Campello, vão acompanhar a competição de 9 a 19 de agosto de Goiânia a Fortaleza. muito bom ver a preocupação da X9 com a correta referência sociocultural e a adequada exposição do  forte impacto que o Rally dos Sertões tem nas mais diversas mídias e diferentes estratos da população", comenta Marcos Moraes, proprietário da Dunas, empresa organizadora do Rally dos Sertões e do Sertões Series. Para a X9, segundo o seu presidente José Manoel Gaspar, a confirmação do samba como fator de união, um traço de orgulho da escola, de seus passistas, de sua bateria, de seus carnavalescos e de sua comunidade." 
O Rally Internacional dos Sertões conta com patrocínio da Petrobras e Goiás Turismo. Co- patrocínio Banco BVA, CCE, Mercedes Benz Caminhões do Brasil e Flamboyant Shopping Center. Apoio Mitsubishi Motors do Brasil, TMAR Transporte de Veículos e dos Estados do Tocantins e Ceará. O evento tem supervisão da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).
_________________________________________________

Nas bancas: BRAVO! traz matéria especial com o rapper Criolo


Criolo em foto de Luiz Maximiano
“Ela é mais doida do que eu”, afirma Criolo, ao relembrar a fase em que dividia a sala de aula com a mãe

"Ela é tão doida, mas tão doida, que, com o tempo, julguei melhor abrir mão do adjetivo. Não o mereço”, Criolo.


A edição de julho da revista BRAVO! traz uma matéria especial com o rapper Criolo (ex-Criolo Doido), que ficou conhecido no cenário musical com seu primeiro álbum “Nó na Orelha” e a música “Não Existe Amor em SP”. Sob a máscara de Criolo, Kleber Cavalcante Gomes assina e interpreta as dez composições de seu segundo disco. Só uma das faixas, Mariô, tem um coautor, Kiko Dinucci. Colocado na internet, o trabalho ultrapassou a marca dos 55 mil downloads gratuitos em cerca de 40 dias.
“Escolhi o pseudônimo Criolo porque tenho um pai negro, lindo”, explica o cantor. “Já o Doido deriva de minha mãe e não desse meu jeito atrapalhado. Sou filho da Doida, né? Somente um louco poderia topar os desafios incríveis que dona Maria topou. Ela é tão doida, mas tão doida, que, com o tempo, julguei melhor abrir mão do adjetivo. Não o mereço.
Entre os desafios a que Criolo se refere, está o fato de sua mãe, Maria Vilani, ter feito o colegial junto com ele.  Ela estava com  39 anos e ele com 14 quando iniciaram  o 2º grau numa escola pública de São Paulo. “Selei um acordo com o Klebinho. Abandonaríamos os papéis de mãe e filho no colégio para virar exclusivamente colegas, relembra Maria, hoje com 51 anos.
O rapper não se importava com as brincadeiras dos colegas e sempre se apoiou na imagem de guerreira da mãe. “‘Terror, hein, mano? Encarar a mãe na mesma classe...’ Terror? Eu achava da hora! A presença dela não me oprimia. Pelo contrário, me reconfortava. Era motivo de orgulho também. Imagine: uma cearense arretada, quarentona, batalhando para superar as deficiências do passado... O convívio escolar me ensinou a respeitá-la de verdade, independentemente da hierarquia familiar.”
Vinte anos depois de fazerem o colegial juntos numa escola pública de São Paulo, Maria dirige um café filosófico no Grajaú, organizado por sua ONG, o Centro de Arte e Promoção Social, e Criolo lança seu segundo disco, já apontado como um dos melhores de 2011 por diversos críticos.
Confira a matéria completa na edição de julho da BRAVO! que chegou às bancas dia 29.
______________________________________________

PRÊMIO PLANETA CASA TEM INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 30 DE JUNHO


PARA ARQUITETOS E EMPRESAS DA ÁREA DECORAÇÃO, CONSTRUÇÃO, URBANISMO, EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS E DESIGN.

Premiação da Casa Claudia e Planeta Sustentável completa 10 anos em 2011, escolhido pelo ONU como o Ano Internacional das Florestas

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Planeta Casa 2011. A iniciativa conjunta da revista Casa Claudia e do movimento Planeta Sustentável chega a sua décima edição, reforçando a missão de valorizar e divulgar projetos que conciliem conforto e bem-estar com o total respeito ao planeta. O prêmio se divide em seis categorias: Ação Social (para projetos que dialoguem com setores de decoração, construção, urbanismo, arquitetura e design, com resultados que promovam o bem-estar da comunidade e o desenvolvimento sustentável), Produtos de Decoração, Materiais de Construção, Projeto Arquitetônico, Design de Interiores e Empreendimentos Imobiliários.
Até 30 de junho, empresas e profissionais das áreas de arquitetura, construção e decoração podem se inscrever, encaminhando o material pelo correio para a Editora Abril. Os interessados poderão participar do concurso em mais de uma categoria e até mesmo inscrever mais de um projeto por categoria.
Seleção e premiação
Finda a análise dos projetos pela comissão julgadora, formada por representantes de renomadas instituições que atuam na defesa do desenvolvimento sustentável, a edição de setembro de Casa Claudia divulgará os finalistas. Finalmente, em outubro, em evento que acontece em São Paulo, serão revelados os 18 vencedores — considerando que as categorias Ações Social, Produtos de Decoração e Materiais de Construção premiam cinco projetos cada. 
O Prêmio Planeta Casa concede um certificado a todos seus contemplados, que terão seus produtos e projetos publicados na revista Casa Claudia.
Para ter acesso ao regulamento completo e a mais informações, visite o hotsite do prêmio: http://casa.abril.com.br/planeta-casa. O Prêmio Planeta Casa 2011 tem patrocínio de Editora Abril, CPFL Energia, Bunge, Petrobras, Camargo Correa, Caixa Econômica Federal e apoio da Guardian Brasil, Instituto Ethos, ABD e Green Building Council Brasil.
_________________________________________________

28 de junho de 2011

Única caça permitida

a dESMOBILIA OFERECE "TROFÉUS" CRIATIVOS DE RINOCERONTES E CERVOS EM MDF COLORIDOS E CHEIOS DE GRAÇA.



CERVO COLORS

referência: 12424
Kit para montar, em MDF cortado a laser com aplicação de pelicula adesiva colorida nas peças. Ideal para quem está à caça de um detalhe irreverente que decore a parede com criatividade e bom-humor. Peças leves e de fácil encaixe. Enviado desmontado para montagem pelo cliente.
Dimensões: Largura 48 cm | Profundidade 27 cm | Altura 68 cm



RHINO

referência: 14089
Rinoceronte em MDF cortado a laser.  Peça será enviada já montada.Dimensões: Largura 26 cm | Profundidade 33 cm | Altura 36 
http://www.desmobilia.com.br 

____________________________________________

27 de junho de 2011

Vallvé na Flórida

No próximo dia 14 de julho, a Vallvé inaugura loja em Miami, nos Estados Unidos, próxima ao Design District, importante centro de arquitetura e decoração da cidade.




 Sobre a Vallvé


____________________________________________________________

Intercâmbio de Decoração


Grupo do Núcleo de Decoração do Vale, associação catarinense que reúne trinta lojas de alta decoração do Vale do Itajai (Balneário Camboriú, Itajaí e Blumenau) visita nesta terça-feira a Casa Cor PR 2011 e a Schattdecor. 


A Casa Lia, espaço de eventos localizado no Centro Cívico, recepciona nesta terça-feira, dia 28, almoço do Núcleo de Decoração do Vale, associação catarinense que reúne trinta lojas de alta decoração do Vale do Itajai (Balneário Camboriú, Itajaí e Blumenau). A vinda do grupo de profissionais catarinenses a Curitiba inclui visita à Casa Cor PR 2011 e à Schattdecor, multinacional localizada em São José dos Pinhais, especializada em impressões para pisos e revestimentos. 


Casa Lia 
Trata-se de uma empresa relacionada ao setor de decoração e eventos criada em 2009 com o objetivo de atender parceiros e clientes dentro de um único espaço. A estrutura de mais de 400,00m², uma edificação modernista das décadas de 70/80, abriga um espaço novo e conceitual, projetado internamente pelos arquitetos Guto Biazzetto e Carol Espezim. Lá são realizados eventos diversos, como jantares, palestras, coquetéis, exposições artísticas e de produtos, comemorações e eventos empresariais.
_________________________________________________

Rua Vieira dos Santos, 40 - Centro Cívico
Curitiba Paraná Brasil - PR, 80540-310
3024-4192
________________________________________________

26 de junho de 2011

Os melhores arquitetos da cena nacional estão na Mostra Black

Com total liberdade de expressão, muito luxo e requinte, um seleto grupo de 14 arquitetos e paisagistas, revela sonhos estéticos na interpretação do conceito “Black”.
Mostra Black, com sua exclusividade e sofisticação, renova conceitos e apresenta o que há de melhor em arquitetura de interiores e paisagismo. 

Através do Arkpad, o Artetecta possibilita a você conhecer um pouco mais da exclusiva Mostra que acontece em São Paulo.

http://www.arkpad.com.br/



Um casarão no Jardim Europa, em São Paulo, – construído na década de 40 pelo arquiteto Jacques Pilon – abriga desde quarta feira, dia 22 de junho, a exclusivíssima Mostra Black. Com total liberdade de expressão, muito luxo e requinte na execução, um grupo seleto de 14 arquitetos, paisagistas e designers de interiores, revela sonhos estéticos por meio da interpretação do conceito “Black”.
Idealizada pela arquiteta Raquel Silveira, em parceria com Cesar Bekerman, Priscila Lima de Charbonnières e Louis de Charbonnières, a mostra é a primeira expressão da marca Black, que surge no mercado brasileiro e pretende lançar vários produtos com a etiqueta Black: palestras, eventos, produtos de excelência e diversas outras iniciativas.
Como prolongamento virtual da mostra, será possível acessar, no Arkpad, todos os ambientes projetados  e conhecer mais sobre os profissionais. Alguns produtos expostos serão vendidos exclusivamente através do site. Monitores da Mostra, com seus iPads, podem fornecer mais informações na própria Black


Living de Sig Bergamin


O arquiteto Sig Bergamin criou o living, usando como inspiração o próprio ambiente – que é a sala principal da casa. Sem modificá-lo, porém reproduzindo as “boiseries” acima dos espelhos colocados nos nichos, transformou-o em um aconchegante ambiente de inverno, sensação transmitida pelos tons escuros e a mescla do moderno com o clássico. O Living de Sig Bergamin transparece o espírito de quem o usaria: um homem sofisticado, urbano, que viveria em Paris, São Paulo ou Nova Iorque, intelectual e colecionador de arte, ou seja, um “bon vivant” intimista.


The Red Room” de Migotto




O arquiteto Roberto Migotto criou o ambiente “The Red Room”, cenário dramático, luxuoso e atemporal, o lounge todo em tons de vermelho é destinado a pessoas de gosto ousado. A cor vermelha não foi escolhida por acaso, ela é fascinante, intensa e viva, significa força, virilidade e dinamismo. As peças usadas neste ambiente foram selecionadas, pelo seu design, sua matéria-prima nobre e pela sua qualidade total, critérios essenciais para classificar os materiais de luxo. Em um ambiente predominantemente contemporâneo, usou-se um mix de peças, objetos e obras de arte com o compromisso de não ser datado.


Lounge Garagem de Fernanda Marques


Para a arquiteta Fernanda Marques, o termo Black está ligado ao atemporal, àquilo que atravessa décadas sendo atual. Em seu Lounge Garagem, logo na entrada da mostra, a arquiteta buscou abordar o masculino por meio de materiais contemporâneos, design e arte. O espaço multiuso reflete “como seria o lugar imaginado por um homem que resolveu fazer de sua garagem o seu reduto”. Destaque para a adega, equipada com iluminação colorida.


Biblioteca de Jorge Elias
























O arquiteto Jorge Elias criou uma biblioteca que mistura clássico e moderno. “Fiz pensando em coisas que realmente eu gosto e da maneira que eu gosto, moderno na escoha dos móveis e das peças de arte, aliás, esse é o forte do ambiente, que vai desde o séc. 18 até o 21, passando por vários movimentos, por exemplo os anos 40 francês e o Art Déco. Entre as obras de arte, fotografias de J.R. Duran, Steven Meisel , Bruce Weber , Ilario Magali , gravuras de Leger e Picasso, desenhos de Chagall e Botero”.



Sótão de João Armentano

João Armentano criou o ambiente do sótão, buscando tornar o espaço minimalista e moderno. 

 “Black é espaço, luxo, e ser simples é um grande luxo!. Ainda segundo o autor, o destaque do ambiente é a luz, a atmosfera aconchegante, calma, sofiticada e chique. “Um ambiente amplo, leve, delicado e simples onde o sofisticado são as coleções de obras de arte, de ótimas peças de decoração, de estilos e texturas.



"Apartamento em Paris” de Dado Castello Branco



Dado Castello Branco criou o espaço “Apartamento em Paris”. O ambiente tem espaço gourmet, home theather, dormitório e banho, todos integrados como nos lofts parisienses, uma bicicleta e vasos com hortaliças reforçam o lifestyle contemporâneo. O clima francês também é aparente no requinte da cozinha, com armários Ornare e equipamentos Viking. Todos os ambientes são em tons de cinza e as paredes revestidas com tecidos de algodão, lançamento da JRJ.

Guto Requena e o ambiente interativo

O arquiteto Guto Requena criou o ambiente interativo “O que faz de uma casa um lar?, buscando instigar os visitantes a refletir sobre os significados e subjetividades associados à casa. O convite está aberto para responder a pergunta através de sms, twitter ou pela interface “touch”. O ambiente abriga um volume vermelho, com perfil em “A”, contendo pedaços da história do imóvel e da família. Suas aberturas direcionam o olhar do visitante para partes interessantes da arquitetura da casa. No segundo andar é possível visualizar as respostas dos visitantes.


Renata Seripieri projetou o “lavabo com acessibilidade"

Além de uma instalação conceitual de video mapping, Renata Seripieri projetou o “lavabo com acessibilidade, que segue o estilo clássico francês e combina funcionalidade com sofisticação. As barras de apoio, tradicionalmente confeccionadas em aço, foram substituídas por elegantes peças de bronze. As torneiras e saboneteira têm sensor, para facilitar o manuseio. O luxo e a sofisticação não impediram que o ambiente fosse projetado seguindo todas as determinações técnicas exigidas para o uso de portadores de deficiência física, como altura das barras e do vaso sanitário, além da largura da porta”.
O casarão escolhido para a mostra é um projeto do arquiteto francês Jacques Pilon, que teve uma importante atuação no cenário brasileiro, especialmente em São Paulo, entre os anos 1930 e 1960. Ao lado dos arquitetos Gregori Warchavchik e Rino Levi, Pilon contribuiu para a formação da arquitetura modernista brasileira, sendo responsável por edifícios relevantes em São Paulo como o Edifício Paulicéia, na avenida Paulista, e a Biblioteca Municipal Mario de Andrade.
*Fotos: Inés Antich


Serviço:
De 22 de junho a 17 de julho de 2011
Rua Groenlândia, 448 – Jardins – São Paulo – SP.
Estacionamento no Hotel Unique, na Av. Brigadeiro Luis Antonio, 4700. Traslado gratuito de ida-e-volta dos visitantes do Unique até a Mostra Black.
Tel.: 11 2609.2522
Funcionamento: Terça a sábado e feriados, das 12h às 20h30; domingo, 11h às 19h30
Ingresso: R$ 100,00
Crianças até 10 anos não pagam.
Estudantes e idosos pagam meia entrada.
______________________________________________________