20 de julho de 2011

"Queremos Miles – Miles Davis, lenda do jazz"

No Centro Cultural Banco do Brasil - Rio de Janeiro, a mostra foi concebida pela Cité de la Musique de Paris, organizada com o apoio da família e dos gestores da obra do artista. 

 A Mostra traça o percurso do músico, desde a cidade de sua infância, East St. Louis (Illinois), até os últimos anos, com fama planetária.
 Miles Davis foi uma das referências na criação e na originalidade na música do século XX

De 01 de agosto a 28 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, a mostra "Queremos Miles – Miles Davis, lenda do jazz" homenageia um dos gigantes da música do século XX . Em São Paulo, a exposição estará no SESC Pinheiros, de 19/10 a 25/1/12. Mais do que jazzista, Miles Davis foi uma das referências na criação e na originalidade na música do século XX. 

Nascido em 1926, Miles Dewey Davis Jr. revolucionou o jazz, refinando as diversas etapas de transformação do gênero ao longo da segunda metade do século. Ele morreu, envolto na lenda que ele próprio construiu e alimentou - há exatos 20 anos – no dia 28/9/91. O Centro Cultural Banco do Brasil do Rio monta sua primeira exposição musical com essa homenagem a Davis. Concebida pela Cité de la Musique de Paris, organizada com o apoio da família e dos gestores da obra do artista,  a exposição Queremos Miles – Miles Davis, lenda do jazz traça o percurso do músico, desde a cidade de sua infância, East St. Louis (Illinois), até os últimos anos, com fama planetária. Dividida em oito sequências temáticas, a exposição traz numerosos documentos e objetos, muitos expostos pela primeira vez. Entre as fotos expostas estão flagrantes em estúdio – com Herbie Hancock, Charlie Parker, John Coltrane e Wayne Shorter, entre outros; instrumentos do próprio Miles (os trompetes de diversas cores, usados em gravações e concertos históricos) e de outros músicos que conviveram com ele – incluindo percussão de Airto Moreira e um sax de John Coltrane; partituras e capas de disco. Ainda serão vistos jornais e revistas com reportagens especialmente significativas (como a Rolling Stone e a Playboy), pinturas e desenhos do próprio Miles e alguns feitos em sua homenagem (de Basquiat, por exemplo) e para seus discos (como os de Mati Klarwein).
Instalações & encontros
A mostra recebe o visitante com um sistema cenográfico original que permite a fruição da música de Miles Davis em suas diversas fases. Em seis instalações batizadas de surdinas (casulos que ganharam esse nome em homenagem ao mecanismo de abafamento do trompete), distribuídas pelas salas de exposição, acompanha-se em vídeo e áudio as diversas fases da carreira de Miles. São 33 diferentes spots. Além da mostra, o CCBB promove dois encontros – dia 2/8, com a presença de familiares  e amigos de Davis, e o curador da mostra, Vincent Bessières – jornalista, ex-editor da revista Jazzman, crítico e responsável pelo conteúdo ligado ao Jazz na Cité de La Musique. E no dia do encerramento, data do falecimento de Miles, uma mesa redonda mediada pelo jornalista Antonio Carlos Miguel reunirá especialistas como o critico José Domingos Raffaelli e músicos como Vittor Santos (trombone).
Serviço
QUEREMOS MILES! - MILES DAVIS – LENDA DO JAZZ
Produção Original: Cité de la Musique, Paris.
Curadoria: Vincent Bessières; Cenografia: Atelier Projectiles / Design Sonoro: Philippe Wojtowicz; Produção: Forosul Cultura e Comunicação; Coordenação: Marlise Jozami / Produção executiva: Márcia Jardim; Equipe de Produção: Laercio Costa Reis / Linn Jardim / Loana Baillot; Projeto de iluminação: Antônio Mendel / Espaço-Luz, Iluminação em Artes; Cenotecnia e Montagem: Cazé Barbosa e Moisés Araújo / Barbosa Araújo Montagem em Artes. Exposição idealizada e produzida pela Cité de la Musique, Paris. Com apoio da Miles Davis Properties, LLC. Musée de la Musique Paris, 16 de outubro de 2009 a 17 de Janeiro de 2010. Patrocínio: Banco do Brasil / Realização: Centro Cultural Banco do Brasil - (R. Primeiro de Março, 66- Centro - RJ – 3808-2020); Aberto de terça a domingo, das 9h às 21h - Entrada Franca www.bb.com.br/cultura  twitter.com/ccbb_rj
* Fotos do site oficial do artista
____________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário