16 de julho de 2011

Uma visita ao mundo da arte de Cláudia Alves



De "material sutil e impalpável", como já disse Kandinsky nasce a arte da carioca radicada em Guarapari (ES) e que se torna sólida a partir da verdade que Cláudia coloca em suas obras. A artista tem participado de diversas exposições individuais e coletivas - nacionais e internacionais. 

                                                              Sacred Geometry












Abstract World

Geometric atmosphere

















 Light of the Sun
 Hope

For Gandhi



                                                                   Light copy

Sobre Cláudia


Cláudia Alves, nasceu e cresceu na cidade do Rio de Janeiro, estudou Turismo, na Faculdade Estácio de Sá. Acabou ingressando na área comercial, trabalhando com moda e decoração.
Inicionou nas artes, em 2001, através do computador com o Photoshop. Com a arte já aflorada, iniciou seus estudos como autodidata, com outras técnicas: óleo, acrílica e nanquim sobre papel.
Aperfeiçou sua técnica de Pintura Digital (Digital Painting) com a professora e artista plástica Michelle Behar, estudando o software Painter e Expression 3. A artista vem participando de diversas exposições individuais e coletivas - nacionais e internacionais. Define seu estilo/técnica sendo livre e espontâneo, aflorado da alma e partilha do pensamento de Wassily Kandinsky:

“O artista deve saber que cada um dos atos,
 cada um dos seus sentimentos
 e dos seus pensamentos constitui o material sutil e impalpável,
  mas no entanto sólido, 
a partir do qual nascem suas obras, 
 e que não é livre na sua vida, 
só é livre na sua ARTE.”

Cláudia explica, no texto abaixo, como iniciou seu caminho:

"Ao contrário da "normalidade", em 2001, iniciei nas artes através do computador, quando descobri no Photoshop ( hoje Painter, Expression 3 e outros), ferramentas para pintar. A maioria das imagens foi criada com o mouse, sem efeitos especiais, explorando as cores, os contrastes, design, pincéis, espátulas e meu senso estético. Atualmente, essa técnica é conhecida como Pintura Digital.
Com coragem, determinação e muito amor, resolvi seguir esse caminho autodidata. Na sequência, vieram outras expressões: óleo, acrílica e nanquim sobre papel.
Hoje, levo no coração a certeza que permeia todos que trabalham com a arte: a inexplicável necessidade de trabalhar para alma humana, para o Universo, para Deus". 
Galeria e Vendas:  www.claudiaalves.com.br








__________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário