15 de julho de 2011

Viola caipira de Neymar Dias é a atração do projeto Música no Museu


Em São Paulo, Museu da Casa Brasileira apresenta  show do artista  cuja música une a linguagem da música sertaneja com o universo cosmopolita.

Instrumentista de formação autodidata, com estilo próprio e marcante de violar, Neymar Dias transgride o som usual da viola caipira e transmuta em seu trabalho diversas influências musicais, que passeiam entre os mais variados tipos de jazz e a música erudita. Atualmente em fase de pré-produção de seu terceiro CD, ’Caminho de Casa’ no qual toca vários instrumentos, e faz uma homenagem à música caipira, o artista prepara um show para o projeto Música no Museu, do Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, que está em sua 11ª edição e conta com a coordenação da produtora cultural Carmelita Moraes. 
Neymar Dias, notado no meio por sua profundidade e musicalidade ímpares, realiza intenso e constante trabalho na música popular, atuando como compositor, arranjador e músico de estúdio. Já tocou ao lado de grandes nomes da música brasileira como Inezita Barroso, Roberta Miranda, Tinoco, Leonardo, Ivan Lins, Theo de Barros, Naná Vasconcelos, André Mehmari, entre outros. Seu primeiro CD, ‘Capim’ foi lançado em 2009, e o segundo, ‘Intervalo’, em 2010, com seu quarteto de cordas. Os dois álbuns apresentam obras autorais do instrumentista.  
Filho de um compositor de música caipira, Neymar Dias adquiriu um profundo conhecimento da música regional brasileira, acumulado desde a primeira infância. Aprendeu vários instrumentos de cordas, como viola caipira, guitarra, violão, baixo elétrico, guitarra havaiana e bandolim. Posteriormente, iniciou os estudos regulares de música e formou-se em composição e regência pela FAAM (Faculdade de Artes Alcântara Machado). O músico paulistano também tocou como contrabaixista em orquestras respeitadas como a OSUSP e a Experimental de Repertório, atuando com excelência em repertórios populares e eruditos. 
O músico será acompanhado por Igor Pimenta no baixo fretless, Gabriel Altério na percussão e Daniel Pires na viola de arco. 
Entrada franca
 

REPERTÓRIO 
Capim 3 – Neymar Dias
Seleção de Pagodes – Tião Carreiro; Quem Disse? – Neymar Dias; Mother Nature Sun – John Lennon e Paul McCartney; Chamamoça – Neymar Dias; Amargurado – Tião Carreiro e Lourival dos Santos; Solo – Neymar Dias Chamamé Azul – Neymar Dias ; Marionete – Almir Sater e Pedro Ortale; Capim 1 – Neymar Dias; To U2 – Neymar Dias; Big Country – Béla Fleck; Capim 2 – Neymar Dias.
 
Serviço
 Música no Museu – Neymar Dias e Convidados
Apresentação: Dia 17 de julho, domingo, às 11h
Local: Museu da Casa Brasileira Endereço: Av. Faria Lima, 2705 - Jardim Paulistano Tel. 3032-3727 Ingresso: Grátis 
Acesso a portadores de deficiência física.
Visitas orientadas: 3032-2564 agendamento@mcb.org.br
Apoio:CCR, Cerâmica Atlas e Fritz Dobbert
________________________________________________________
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário