30 de outubro de 2011

Borges, um convidado muito especial da exposição de Vicky Dolabella


"Não são mais silenciosos os espelhos
Nem mais furtiva a aurora aventureira;

Tu és, sob a lua, essa pantera,

Que divisam ao longe nossos olhos."

Jorge Luiz Borges

Ele é o gato mais famoso de Curitiba. Sua casa é o Sebo Trovatore. E seu quintal,  todo  Largo da Ordem, no setor histórico da cidade. *Bóris já foi ator do "Casos e Causos", da RPC  - "Bóris é um Gato"  - no qual,  é claro, viveu ele próprio. 


Domingo passado, ele foi  o convidado especial de Vicky Dolabella (com Bóris, na foto) 


para a abertura da sua exposição, em Curitiba, "Gatos". E foi muito paparicado por todos, posou para fotos e como sempre, "causou".

Na foto, Vicky Dolabella ladeada por Regina Casillo, diretora do Solar do Rosário e Valéria Vargas da Costa, com Bóris

 Borges, o escritor e poeta e os gatos
Jorge Luis Borges era fascinado desde a infância pelos grandes felinos e adorava os gatos. Aqui um belo poema dedicado a um deles, 'A un gato', da sua obra 'El oro de los tigres' (1972)

A un gato

"No son más silenciosos los espejos 
ni más furtiva el alba aventurera; 

eres, bajo la luna, esa pantera 

que nos es dado divisar de lejos. 

Por obra indescifrable de un decreto 

divino, te buscamos vanamente; 

más remoto que el Ganges y el poniente, 

tuya es la soledad, tuyo el secreto. 
Tu lomo condesciende a la morosa 
caricia de mi mano. Has admitido, 
desde esa eternidad que ya es olvido, 
el amor de la mano recelosa. 
En otro tiempo estás. Eres el dueño 
de un ámbito cerrado como un sueño." Jorge Luiz Borges


Veja a tradução do poema no link abaixo:




"N
ão são mais silenciosos os espelhos
Nem mais furtiva a aurora aventureira;
Tu és, sob a lua, essa pantera,
Que divisam ao longe nossos olhos.
Por obra indecifrável de um decreto
Divino, buscamo-te inutilmente;
Mais remoto que o Ganges e o poente,
Tua é a solidão, teu o segredo.
Teu dorso condescende à morosa
Carícia de minha mão. Sem um ruído,
Da eternidade que ora é olvido,
Aceitaste o amor dessa mão receosa.
Em outro tempo estás. Tu és o dono
De um espaço cerrado como um sonho".
BORGES, Jorge LuisPoesia. São Paulo: Cia das Letras, 2009. p.152.

*Borges, o gato frequenta missa, posa para aulas de pintura no Solar do Rosário, vai ao cursinho que existe no Largo da Ordem e, no Sebo Trovatore, vive em meio aos livros...
Quer ver o Borges, o gato atuando no Casos e Causos? 
http://www.youtube.com/results?search_query=boris+%C3%A9+um+gato
_____________________________________________________________

2 comentários:

  1. Pois é, este gato fez a fama dos donos, mas quando se mudaram abandonaram o gato por lá. Uma lástima! Alegaram que era melhor para o gato, onde já se viu isto! Um dono não deve abandonar seu animal jamais! Pobre Boris! Foi deixado prá tráz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com o comentário de 9 de fevereiro! Sempre é assim, como os Cães de Aluguéis, que são usados quando necessários e depois são "descartados". Uma lástima mesmo! Conhecia o Boris e fiquei muito aborrecido com esta notícia assim como todos que estão a par desta vergonha!

      Excluir