9 de outubro de 2011

É chique e traz ideias criativas que cabem no bolso!

Natureza aliada à modernidade no "Estar da Família" ambiente de Luciana Cavalli e Zeh Pantarolli na Mostra Morar mais por Menos Curitiba.


"A ideia é que o usuário desenvolva peças de design com suas próprias mãos e enxergue em materiais que iriam para o lixo a oportunidades de criar”, Luciana Cavalli e Zeh Pantarolli.


Detalhe da luminária feita de sombrinhas

Diversas peças foram desenvolvidas exclusivamente para a mostra com o intuito de trazer a natureza para dentro do espaço.




  • A moldura do espelho traz saquinhos de chá; 
  • A luminária, sombrinhas velhas, o que proporciona um jogo de luzes muito interessante. 
  • Galhos de madeira compõem a escada; um engradado antigo foi recuperado e se transformou em uma adega;
  • A poltrona recebeu revestimento de retalhos de jeans; 
  • Um tronco de madeira virou a mesa de centro.
Mais uma vez, um projeto de Luciana Cavalli, desta vez com Zeh Pantarolli, serve de exemplo de que sustentabilidade e criatividade andam de mãos dadas com beleza - é realmente um belo espaço - e com a sofisticação.


Estar da Família – Luciana Cavalli e Zeh Pantarolli




A natureza aliada à modernidade. É isso que o Estar da Família, desenvolvido pelos arquitetos Luciana Cavalli e Zeh Pantarolli, apresenta.
O ambiente comprova que materiais que iriam para o lixo podem ser transformados em peças de design, compondo um espaço sustentável, mas que não abre mão da beleza, do conforto e da praticidade”, explicam. 











Em 30 metros quadrados, os profissionais mesclam produtos nobres com objetos reaproveitados e materiais inusitados, o que torna o ambiente único.
Os arquitetos optaram por descascar a parede, deixando os tijolos à vista e a moldura do espelho com saquinhos de chá.

Diversas peças foram desenvolvidas exclusivamente para a mostra com o intuito de trazer a natureza para dentro do espaço. A moldura do espelho traz saquinhos de chá; a luminária, sombrinhas velhas, o que proporciona um jogo de luzes muito interessante. Galhos de madeira compõem a escada; um engradado antigo foi recuperado e se transformou em uma adega; a poltrona recebeu revestimento de retalhos de jeans; e um tronco de madeira virou a mesa de centro. “Queremos mostrar aos visitantes que é possível ter objetos bonitos, modernos e diferenciados sem gastar muito. A ideia é que o usuário desenvolva peças de design com suas próprias mãos e enxergue em materiais que iriam para o lixo a oportunidades de criar”. Ao invés de utilizar papel de parede, os arquitetos optaram por descascá-la, deixando os tijolos à vista. Uma escultura criada a partir de uma grelha encontrada no ferro velho e peças de vidro da artista Désirée Sessegolo completam a decoração.



Serviço:
Mostra Morar Mais por Menos “O chique que cabe no bolso”
Data: De 06 de outubro a 15 de novembro
Local: Rua Kellers, 520 - esquina com a Rua Martin Afonso - Bairro São Francisco
Horário de funcionamento:
De terça à sexta-feira, das 15h às 21h
Sábados, das 14h às 21h
Domingos e feriados, das 13h às 20h
Valor do ingresso: R$ 24,00 – Meia entrada: R$ 12,00 (maiores de 60 anos, estudantes e para quem for de bicicleta) – Assinantes da Gazeta do Povo: R$ 18,00
__________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário