14 de outubro de 2011

"Os gatos" de Vicki Dolabella

No Solar do Rosário, em Curitiba, a artista traz "seus gatos"que mudam de forma e se transformam porque isso está relacionado com suas mudanças interiores. Paixão ligada sobretudo, ao espírito de liberdade e independência que ambos almejam".
Dia 22 de outubro.


Texto (e fotos das obras) do site da artista

 "Vicky Dolabella
A exaltação do espírito de liberdade e de independência dos felinos

A realidade na obra de Vicky Dolabella é transfigurada através de um livre processo da composição em que a fantasia exerce um papel determinante. Existe, portanto, um afastamento entre a natureza e a criação final, e é exatamente essa fratura que qualifica a temática da pintora.
Para não permanecer ancorada a fórmulas antigas e superadas, sua arte, embora possua raízes numa certa tradição da pintura do gênero, tem o valor de uma pesquisa pessoal. Ela renasce, pois, através de um caminho individual, coligada com a ansiedade de criar e de se exprimir.
Vicky Dolabella exalta as formas dos felinos que habilmente desenha, dando-lhes movimentos suaves, lânguidos e sensuais.
Como ela própria costuma dizer, seus gatos mudam de forma e se transformam porque isso está relacionado com suas mudanças interiores. Essa paixão, entretanto se revela mais como uma fixação, ligada sobretudo, ao espírito de liberdade e independência que ambos almejam.
Sua inspiração reside na unidade de sentimento com que a pintora olha os seres humanos, seu habitat e, especialmente, os felinos... Enfoque principal de sua pintura. Trata-se de um sentimento de identificação envolvido com uma veia de sorridente ironia e de destacada indulgência.
Em suas obras, tanto a matéria quanto o cromatismo transmitem a impressão de movimento e ambientação em que o gato é rei."

__________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário