11 de novembro de 2011

MOSTRA DE ESCULTURAS EM AÇO


De Antonio Spinosa
Trançado Vermelho

No Centro Cultural Banco do Brasil RJ, exposição reunirá obras de 10 artistas nacionais


O Instituto Aço Brasil e a Fundação Villacero inauguram, no próximo dia 18 de novembro, no Centro Cultural Banco do Brasil, a mostra ‘Esculturas em Aço’. A exposição reúne obras de 10 artistas brasileiros, que convidam o público a lançar um novo olhar sobre o aço. Serão apresentadas 20 peças tridimensionais, todas utilizando o aço como matéria-prima e trazendo um panorama diversificado das tendências da tridimensionalidade na arte contemporânea brasileira.



   De Elizabeth Titton
     Árvore das Folhas 

Com curadoria de Guillermo Mac Lean, da Fundação Villacero, e patrocínio das empresas Aperam, ArcelorMittal, Gerdau, Sinobras, Thyssenkrupp CSA, Usiminas e Votorantim Siderurgia, a mostra ‘Esculturas em Aço’ chega ao Rio de Janeiro como parte de uma iniciativa que já soma 14 exposições em sete países de três continentes e que tem como principal objetivo revelar as diferentes possibilidades de converter em pura arte um material amplamente utilizado em construções e indústrias. As esculturas em aço mostram a versatilidade do material em formas que vão do detalhe mais fino, que parece filigrana, à monumentalidade que se impõe por seu próprio vigor e fortaleza.

A mostra ficará aberta ao público de 19 de novembro a 18 de dezembro de 2011. No dia da abertura, o artista plástico Caciporé Torres realiza, das 10h às 12h, o workshop Práticas e Reflexões, voltado para professores, com inscrições feitas diretamente pelo Programa Educativo do CCBB (Tel.: (21) 3808-2070). O encontro irá debater o papel da escultura no contexto social urbano através da obra de Caciporé.
 SERVIÇO
 Mostra ‘Esculturas em Aço’
Período: de 19 de novembro a 18 de dezembro de 2011
Horário: de terça a domingo, das 9h às 21h
Local: Centro Cultural Banco do Brasil (Rua Primeiro de Março 66 / 4º andar – Rio de Janeiro – RJ – Tel.: (21) 3808-2020)

Os artistas e as obras
Frida Baranek
Balance II, (2004) - Aço, pigmento natural. 80 x 50 x 230 cm.
Sem título, 1991 - Arame de aço, barras. 220 x 120 x 110 cm.

Paulo Coelho
Portais 2 (2011) - Aço  e  granito. 80 x 80 x 200 cm
Portais 4 (2000) -  Aço oxidado e bronze patinada. 42 x 50 x 60 cm.

Marcia De Bernardo
Desfolhada (2011) - Chatarra de acero. 7 X 200 X 110cm
Outono (2011) Aço inoxidável – 2 peças de 1 X 60 X 100 cm.

Gilberto Lustosa
Sem título 1 (2009) - Chapa de aço soldada. 323 x 188 x 120 cm               
Sem título 2 (2011) - Chapa de aço soldada. 144 x72 x 144 cm.     
           
Helena Netto
Encaixes N°1 (2011) - Aço Inox Color – Inovação em aço inox, colorido industrialmente, nos dois lados da chapa. Inédito na América do Sul. 120 x 47 x 47 cm
Encaixe N°2 (2011) Aço Inox AISI 304. 120 x 47 x 47 cm - Base soldada na escultura.

Marco Rocha
Sem título 2 (2010) - Ferro Oxidado. 150 x 32 x 63 cm.
Sem Título 3 (2011) - Metal Oxidado. 200 x 75 x 50 cm

Antonio Spinosa
Trançado Vermelho (2011) - Aço Carbono Pintado. 156 x 75 x 32 cm.
Caktus com Frutos (2,011) - Aço Carbono Pintado de Cobre, e Pêndulos de Cristal (Frutos). 123 x 55 x 30 cm

Elizabeth Titton
Árvore das Folhas (2007) - Aço cortado a laser / oxidado. 135 x 135 x 265 cm.
Árvore das Nuvens (2007) Aço cortado a laser/oxidado. 135 x 135 x265 cm

Caciporé Torres
Pequena Fortaleza (2003) - Aço cortado e soldado. 65 x 60 x 8 cm.
Cilindros em Ritmo Branco (2009) - Aço com pintura com automotiva. 150 x 50 x 45 cm.
Equilíbrio Cósmico em Azul (2008) - Aço Pintado. 85 x 60 x 26 cm.

Alfi Vivern
Sem título (2010) - Escultura em Aço. 180 x 180 x 90 cm.
Sempre Avanti (2010) - Escultura em Aço. 1.80 x 1.80 x 2.70 cm.
___________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário