9 de fevereiro de 2012

Exposição de retratos de Lucian Freud abriu, nesta quinta-feira, em Londres

A exposição de retratos de Lucian Freud na  National Portrait Gallery, de Londres, traz mais de 100 obras de museus e coleções particulares ao redor do mundo, algumas das quais nunca foram mostradas anteriormente, fazem da mostra uma oportunidade única de ver o trabalho de um dos maiores artistas mundiais. A curadoria é de Sarah Howgate.

Reflection (Self-portrait), 1985 © Lucian Freud.
Image: Courtesy Lucian Freud Archive




"I've always wanted to create drama in my pictures, which is why I paint people. It's people who have brought drama to pictures from the beginning. The simplest human gestures tell stories."
Lucian Freud

"Eu sempre quis criar drama em minhas pinturas, e é por isso que eu retrato pessoas. São pessoas que trouxeram drama às pinturas desde o princípio. Os mais simples gestos humanos contam histórias". (Tradução livre)




Freud, que morreu no ano passado, era famoso por seus grandes retratos de nús.

 

Abaixo, um crítico de arte diante do  "Portrait of the Hound 2011", pintura inacabada que retrata seu assistente David Dawson e seu cachorro Eli e que nunca foi mostrada antes.  REUTERS/Chris Helgren (BRITAIN - Tags: ENTERTAINMENT SOCIETY)

(AP Photo/Jorge Herrera, Pool)



Sue Tilley, quem Lucian Freud pintou em 'Benefits Supervisor Sleeping' (L) posa para fotógrafos na abertura da exposição.


 

 (AP Photo/Jorge Herrera, Pool)


Lucian Freud (1922 – 2011)  foi um dos mais importantes e influentes artistas da sua geração. Pinturas de pessoas eram o ponto central do seu trabalho e esta grande exposição é a primeira com foco em seus retratos. A mostra foi realizada em colaboração com o próprio Lucian Freud e se concentra em determinados períodos que ilustram o desenvolvimento estilístico de Freud e virtuosidade técnica. Amantes, família e amigos que ele chamava de "pessoas na minha vida" foram retratados com intensidade em seus trabalhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário