13 de abril de 2012

Nova edição do Concurso de Design Masisa para Estudantes busca projetos para a casa do ano 2050



O Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD, na sigla em inglês), estima que no ano de 2050 a população mundial será de 9,2 milhões de pessoas e que, para sobreviver em condições semelhantes às atuais, em termos de consumo, seriam necessárias 2,3 vezes mais recursos naturais do que os disponíveis no Planeta Terra. Esta foi a premissa que norteou o enfoque da 6ª edição do Concurso de Design Masisa para Estudantes, que a empresa lançou esta semana no Brasil.

Além do enfoque, outras duas novidades em relação às edições anteriores ficam por conta da premiação e da integração do Facebook como um dos canais de divulgação escolhidos pela empresa. Pela primeira vez, o Concurso permite ao vencedor da etapa internacional escolher entre cinco das mais importantes feiras internacionais de design aquela que prefere visitar. Além disso, também pela primeira vez, utiliza o Facebook como fórum para premiação de uma nova categoria criada este ano, o “Prêmio Favorito do Público“. “Daremos um iPhone para o autor do projeto mais votado através da página oficial da Masisa Brasil no Facebook, e um iPad para o projeto com maior número de votos entre os de todos os autores latino americanos, através das redes sociais da Masisa”, afirma Joel Amorim, diretor de Marketing da Masisa Brasil. A página oficial da Masisa Brasil no Facebook também funcionará como um portal de informação ao longo de todo o processo do Concurso. Para ter acesso às novidades, basta curtir a página.

O Concurso é aberto a profissionais recém-formados e estudantes de terceiro grau dos cursos de arquitetura, design e áreas afins. Para participar, os jovens profissionais devem desenvolver projetos inéditos de móveis que reflitam uma visão de futuro, que sejam modulares, adaptáveis a diferentes espaços e prontos para montar (RTA – Ready to Assemble). Além disso, os projetos devem levar em conta aspectos de estética e funcionalidade, sustentabilidade, inovação e possibilidade de produção em escala. Deverão, ainda, utilizar como principal matéria-prima no máximo um painel dos materiais produzidos pela Masisa, Masisa MDF ou Masisa MDP, com ou sem revestimento melamínico.

O prazo para o envio de projetos para a primeira fase do Concurso, a fase nacional, vai até 29 de junho de 2012. As inscrições podem ser feitas por e-mail, a partir das orientações disponíveis no site da Masisa,http://www.masisa.com/bra/produto/concurso/. Em julho, os trabalhos inscritos serão avaliados por um júri de especialistas em design e na produção industrial de móveis. Eles pré-selecionarão 12 projetos para participar da final nacional do Concurso. Os autores destes projetos receberão gratuitamente o painel Masisa necessário para fabricar o protótipo com auxílio de uma das indústrias ou lojas Placacentro que apoiam a iniciativa. A seleção final dos vencedores será feita a partir dos protótipos construídos.

Uma iniciativa bienal, criada no Chile, desde que passou a ser realizado paralelamente em diversos países da América Latina o Concurso de Design Masisa para Estudantes movimenta cerca de mil estudantes a cada edição. Este ano, participam estudantes da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru e Venezuela. No Brasil, o Concurso conta com patrocínio do IED (Istituto Europeo di Design) e apoio do Centro de Design do Paraná. “O principal objetivo do Concurso é incentivar, entre os jovens, o surgimento de novos talentos”, completa Amorim. “Além disso, a iniciativa cria também uma forma efetiva de aproximar o meio acadêmico da indústria, gerando benefícios para ambas as partes. Por um lado, a iniciativa ajuda a  promover a inovação no desenvolvimento de soluções mais inteligentes e eficientes, por meio do design. Por outro, permite aos estudantes, desde cedo, conhecer de perto as características da produção industrial”, finaliza.

Premiação internacional será em outubro
O finalista de cada país participante da edição 2012 recebe passagens para participar da premiação internacional, que será realizada em um evento na Casa Cor Chile. Além do prêmio de mil euros em dinheiro e do troféu de ouro, o vencedor desta segunda e última etapa ganha ainda passagens para visitar a IMM International Furniture Fair, em Colônia, na Alemanha; a Maison & Objet/Meuble Paris, na França; o Salone Internazionale del Mobile, em Milão, Itália; a ICFF – Internacional Contemporary Furniture Fair, em Nova York, EUA ou o London Design Festival, que acontece em Londres, Inglaterra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário