23 de abril de 2012

SALAS BEM ILUMINADAS


Especialistas dão dicas de produtos e técnicas para iluminar livings e salas de jantar 

 Além de exercer dupla função – estética e funcional – a iluminação é tão importante na decoração quanto a escolha dos móveis e das cores das paredes. “Para cada cômodo da casa, é preciso pensar em um tipo de iluminação, levando em conta a função de cada ambiente e também o conforto visual”, afirma Simone Gasparini Magaldi, lighting designer da Ideally Iluminação, empresa especializada em assessoria na área de luminotécnica.
     Ambientes sociais, como o living e a sala de jantar, precisam ser agradáveis e confortáveis, mas sem perder a sofisticação. Por isso, utilizar lustres e pendentes nesses locais faz com que a luz refletida no teto e nas paredes se torne difusa, alcançando todo o espaço. “Isso evita que sombras duras sejam projetadas no rosto dos convidados”, garante Simone. A iluminação horizontal, feita com abajures e colunas de chão, proporciona um charme extra e contribuiu para aumentar a claridade. Quando a ocasião pede uma luz mais baixa, esses materiais tornam o espaço ainda mais aconchegante.


 A design Karin Brenner ressaltou objetos de decoração
 e nichos na estante, com uso da iluminação.
Na sala de jantar, dependendo do clima desejado – um jantar a dois, uma reunião entre amigos ou um almoço em família - é possível brincar com diferentes cenários. A engenheira civil e designer de interiores, Karin Brenner, aposta nos pendentes sobre a mesa para direcionar a luz, iluminando igualmente o ambiente e criando uma atmosfera mais intimista. Além disso, a profissional também ressalta a possibilidade de iluminar objetos de decoração e quadros na parede, trabalhando a luz como instrumento complementar a decoração. “Lâmpadas no interior de nichos dão destaque aos objetos e fontes de luz direcionais no teto valorizam e facilitam a visualização dos mesmos”, explica Karin.


A escolha correta
Lâmpada halógena AR111 – destaque na decoração e extensa vida útil 

Escolher a lâmpada correta também influencia na decoração do ambiente, assim como no consumo e no gasto com energia. As lâmpadas halógenas, normalmente utilizadas em rebatedores, emitem um facho de luz eficiente, confortável e que não produz reflexo em equipamentos eletrônicos como projetores e telas de TV. Por possuírem luz branca e brilhante, com elas é possível realçar as cores e os objetos com eficiência energética maior do que a das lâmpadas incandescentes comuns.

As lâmpadas refletoras halógenas AR70 e AR111 devem ser utilizadas com cautela, já que emitem muito calor. Elas são ideais para iluminar obras de arte e quadros na parede. A recomendação é que se evite posicionar a lâmpada muito próxima de tecidos e madeira, pois o calor constante pode desbotar, manchar e até mesmo queimar materiais mais delicados. “Ao adquirir as lâmpadas para a casa, é importante não abrir mão da qualidade e dar preferência às lâmpadas titan, que têm uma vida útil maior e não precisam de tanta manutenção”, ressalta a lighting designer.

 Serviço:
Ideally Iluminação
Rua Gal. Aristides Athayde Júnior, 54 - Bigorrilho
41 3339 1525 / 3339 2851


Nenhum comentário:

Postar um comentário