30 de maio de 2013

“Anders Als Immer – algo diferente. Design Contemporâneo e o Poder das Convenções”

Curitiba é a única cidade do Brasil a receber a exposição  que traz mais de 100 trabalhos de designers do mundo todo. Com curadoria do alemão Volker Albus.

               Até o dia 11 de agosto de 2013, Sala o7 do Museu Oscar Niemeyer


  a mostra está sendo realizada pelo Instituto de Relações com o Exterior (ifa) em parceria com o Goethe-Institut Curitiba e o Museu Oscar Niemeyer, e celebra o ano da Alemanha no Brasil.

 Você verá o inusitado, o questionamento, o humor e a criatividade ao desconstruir os objetos das convenções cotidianas. A exposição ilustra o aspecto internacional deste discurso sobre o design contemporâneo.
               

                                                                 Patrick Frey & Markus Boge Kant Lutz Bertram.
A grande quantidade de trabalhos que divergem do que é convencional está ilustrada nos 106 itens diferentes e no total de 148 objetos de 67 designers individuais e estúdios. Destes designers, 47 são da Alemanha e 20 de outros países europeus.
“Prateleiras que abanam ou que aluem, lavatórios macios, carpetes com buracos, formas híbridas – metade mobília, metade ferramenta – cenários de tecido na plateia. Todos transformam completamente a percepção que temos das coisas, dos tipos de mobília ou da organização do espaço doméstico”, explica o curador.
Segundo Ronald Grätz, secretário-geral do ifa, Curitiba será a única cidade do Brasil a receber esta exposição. “A proposta da exposição abre uma nova perspectiva sobre as tendências e os desenvolvimentos específicos do design”, afirma.

Para integrar esta linha de trabalho nos discursos do design brasileiro, os grupos locais Aleph Zero, Desfiacoco, Fetiche Design e Furf Design foram convidados para participar da mostra. “Anders AlsImmer – algo diferente. Design Contemporâneo e o Poder das Convenções” apresenta o inusitado, o questionamento, o humor e a criatividade ao desconstruir os objetos das convenções cotidianas. A exposição ilustra o aspecto internacional deste discurso sobre o design contemporâneo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário