22 de junho de 2013

Morre o grande mestre da gravura brasileira

Do Estadão: Gravura brasileira perde Marcello Grassmann, o seu grande mestre 

Definido como um 'espécime raro' da arte nacional pela crítica Aracy Amaral, artista tinha 87 anos.

"Sua obra, produzida ao longo de mais de seis décadas de intenso trabalho, é marcada por um universo temático povoado por figuras de caráter mitológico e fantástico e por um impressionante refinamento técnico".  Veja mais no link abaixo:




http://entrevislumbres.blogspot.com/2012/01/

Imagens http://marcelograssmann.blogspot.com.br/



"Grassmann desvenda a alma humana como se os vincos no metal fossem da mesma intensidade de um escultor rente ao mármore. Sempre prestes a deixar, para a eternidade, o traço irremediável, o traço irrevogável, o traço irrepreensível, o traço dos traços. Não teme, bem sei, a morte: não teme a escuridão absoluta, pois encontra no breu a condição luminosa de suas gravuras". De  Fábio Padilha Neves



Nenhum comentário:

Postar um comentário