10 de abril de 2015

Jacques Douchez na Passado Composto

Obra de Douchez é uma das novidades no acervo da Passado Composto Século XX

Tapeceiro e pintor - Jacques Douchez (Mâcon, França 1921 - São Paulo SP 2012). Obra Mar Remoto, de 1984.


Sobre Jacques Douchez - Enciclopédia Itaú Cultural

http://enciclopedia.itaucultural.org.br/

"Chega ao Brasil, em São Paulo, em 1947.
Integra o Atelier-Abstração, de Samson Flexor (1907-1971), a partir de 1951. Participa, com pinturas abstratas, da 2ª Bienal de São Paulo e da 1ª Mostra do Atelier-Abstração, no Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB/SP), ambas em 1953.
 A partir de 1957, produz tapeçarias e cria, com Norberto Nicola (1930-2007), o Ateliê Douchez-Nicola. Nas 7ª, 8ª e 9ª Bienais de São Paulo, mostra tapeçarias. De 1961 em diante, apresenta suas tapeçarias em exposições individuais e com seu colega de atelier. Aos poucos, suas peças saem do plano e tornam-se tridimensionais. 
Em 1974, expõe na 1ª Mostra Brasileira de Tapeçaria, em São Paulo. Durante os anos 1970 e 1980, mostra suas obras novamente na Bienal de São Paulo, na 3ª Bienal de Medellín, na 7ª Bienal de Tapeçaria de Lausanne e na 1ª Trienal de Tapeçaria de São Paulo, onde ganha o 1º prêmio, nas duas trienais subsequentes e na Trienal de Lodz. 
Faz várias individuais. Em 1980, o Ateliê Douchez-Nicola encerra suas atividades. Douchez continua produzindo formas tecidas. Em 1989, a exposição Jacques Douchez - Esculturas Tecidas tem lugar na Galeria Múltipla de Arte, São Paulo. A partir do anos 1990, volta a pintar, sempre tendendo à abstração. Em 2003, apresenta duas grandes mostras: Plano e Relevo, na Pinacoteca do Estado de São Paulo (Pesp), e Esculturas Tecidas, no Espaço Cultural da BM&F Brasil, São Paulo".


Nenhum comentário:

Postar um comentário